AirBnb promove como destino de viagem países ofendidos por Donald Trump

26 de Janeiro de 2018

Presidente americano chama Haiti, El Salvador e países africanos de "países de mer**" e AirBnb rebate

Após comentários preconceituosos do presidente americano Donald Trump a (des)respeito de países que considera "de merda" como Haiti, El Salvador e países africanos, a AirBnb criou uma campanha promovendo exatamente aqueles destinos que Trump mencionou, com promoções de anúncios inclusive, de acordo com o site Creative.

“Ficamos sabendo que houve um interesse cheio de desaforos nesses lindos destinos”, diz uma das peças, veiculada em sites como CNN e Washington Post. Ao mesmo tempo, Brian Chesky, CEO da empresa, tem usado o Twitter para destacar aluguéis disponíveis nesses países. O que aumentou a procura.

Segundo o Airbnb, Haiti, El Salvador e África tem mais de 116 mil acomodaçoes disponíveis no site e os anfitriões desses países faturaram 170 milhões de dólares somente em 2017.