Tecnologias que você verá com maior frequência em 2020

15 de Janeiro de 2020

Uma coisa é certa: a tecnologia vai continuar avançando com tudo e mudando práticas, setores e até empregos

 

A virada de 2019 para 2020 suscitou a discussão nas redes sobre se estávamos entrando em uma nova década ou não. Independente da resposta, o que não gera discussão é que a tecnologia vai continuar avançando com tudo e mudando práticas, setores e até empregos.

Por exemplo, a partir dos anos 2000 todos os profissionais precisaram aprender a usar um computador, seja para expedir pedidos, controlar estoques, conversar com clientes e chefes ou realizar suas tarefas.

E também há uma imensa lista de profissões que entraram em cena para revolucionar o mercado de trabalho. E isso é ainda mais fascinante quando comparamos com previsões feitas em décadas anteriores , como fez o pessoal do site de caça níquel online Betway Cassino, que resgatou previsões de especialistas tentando antecipar quais profissões teríamos neste ano que começa.

Quem diria que YouTuber e Influencer seriam geradores de renda? Ou que cientista de dados é uma das profissões do futuro?

Como estamos falando de um caminho sem volta, é interessante que você comece a conhecer o que será usado nos próximos anos e se tornará algo corriqueiro. Algumas coisas desta lista você já deve ter se deparado.

 

Imagem de Gerd Altmann por Pixabay

 

Atendimento ao cliente robotizado
Não, não estamos falando de um atendente que decorou algumas frases e não sai do roteiro. Robôs programados vão começar a fazer o atendimento ao cliente e algumas empresas já usam esse modelo.

A ideia é poupar tempo e recursos, mas também pode gerar maior objetividade. Esse robô pega palavras-chave do seu discurso ou texto e direciona para tutoriais ou a resolução do problema. Esse será o primeiro contato padrão do atendimento ao cliente, sem dúvidas.

Mas não espere só por isso: ainda podem ser robotizados outras funções mais mecânicas nos mais diversos setores da economia. Já os robôs mesmo, com extremidades e como vemos nos filmes futuristas, ainda podem demorar um pouco mais para se popularizar.

Plataformas gamificadas
A gamificação já é uma realidade, mas sua implantação demora um pouco porque exige uma adaptação. A ideia é transformar tarefas rotineiras e chatas em games, com fases, recompensas e a sensação de ser premiado por fazer algo que não é tão legal.

Por exemplo, muitas empresas estão fazendo treinamento com novos profissionais com esses games. Viu o vídeo de explicação da história da empresa? Você ganha uma medalha. Leu o tutorial sobre como usar o software de seu setor e acertou as perguntas depois? Parabéns, você avançou de fase.

Realidade Virtual
A Realidade Virtual demorou um pouco para pegar porque os acessórios são caros e ainda existem algumas dúvidas sobre como implantar e usar ela. Mas pode ter certeza que essas dúvidas irão sumindo.

Por exemplo, será mais comum que joguemos videogame com os óculos de VR em um futuro próximo, criando um game imersivo.

A tendência é que plataformas online e demais jogos na internet também comecem a usar essa ferramenta para criar uma experiência completamente nova e incrível para seus usuários.

Em vez de jogarmos cartas em uma mesa virtual, por exemplo, poderemos “andar” até uma mesa com vários jogadores, “sentar” e pedir cartas para o crupiê. É outro patamar.

Internet das Coisas
Aqui que o futuro começa a realmente ficar louco. O lançamento comercial da Internet 5G em alguns países permitirá que aparelhos se conectem e tenham inteligências próprias, podendo “aprender” gostos e preferências de seus proprietários. Essa é a chamada Internet das Coisas. Já vimos alguns exemplos de casas inteligentes que usavam a tecnologia para abaixar as cortinas e fazer outras coisas. Isso só deve se popularizar.

Outro exemplo claro neste caso é o carro inteligente. Com a Internet 5G e sua capacidade de resposta imediata, velocidade incrível e sem quedas, o carro pode finalmente ganhar as ruas, saber onde virar, onde parar e como se comportar no trânsito. 

Pense em 2010 e quantas coisas já mudaram na sua rotina com o avanço da tecnologia. Netflix e Spotify, só para citar duas empresas e ideias de negócio, não estavam na sua vida. Nos anos 2020 você terá mais algumas novidades para se abrir.
 

 

Notícias Relacionadas