Servidores públicos de 14 instituições de governo participam de Programa de Inovação em Santa Catarina

01 de Setembro de 2017

Iniciativa da WeGov, programa HubGov reuniu 55 servidores de instituições públicas federais, estaduais e municipais; Participantes recebem diploma em evento de encerramento em Florianópoli

Criar um laboratório de inovação envolvendo diversas instituições de governo para desenvolver soluções e melhorar processos no serviço público. Este foi o desafio a que a WeGov, espaço de aprendizado em Governo, se propôs no início do ano e que gerou o programa HubGov. O projeto forma a primeira turma em evento que acontece no dia 1o. de setembro, em Florianópolis.

O HubGov teve início em​ março e segue os moldes de uma incubadora de startups: um espaço de coworking personalizado que promove conexão com intraempreendedores de diversas instituições públicas e mentores na Softplan (patrocinadora master do programa). A primeira turma é formada por 55 servidores, representando 14 instituições públicas federais, estaduais e municipais dos poderes legislativo, executivo e judiciário​. 

Entre as entidades que participaram da iniciativa estão Correios, Assembleia Legislativa de Santa Catarina, ​Prefeitura de Palhoça, Conselho Regional de Engenharia e Agricultura (CREA),  diversas secretarias estaduais (Saúde, Administração, Segurança Pública, Fazenda e Comunicação), Polícia Militar, ​Justiça Federal entre outras. Algumas das instituições participantes, como ALESC, TRE e Secretaria de Saúde, já estão implementando as soluções desenvolvidas durante o programa.

No final de agosto, todos os participantes compartilharam conhecimentos de suas instituições públicas em um Festival de Aprendizado. “Todas as ações promovidas pela WeGov têm como objetivo empoderar os agentes públicos, desenvolver ideias e ações replicáveis e aproximar os agentes públicos das três esferas e dos três poderes”, explica Gabriela Tamura, administradora pública e diretora da WeGov.  

A empresa foi criada com o objetivo de transformar a gestão pública brasileira a partir do empoderamento de agentes públicos. O trabalho envolve realização de oficinas e eventos que levam exemplos reais e práticos e proporcionam o desenvolvimento de projetos inovadores entre os agentes públicos que possam ser replicados. “Mais do que inovação, precisamos criar inovadores”, resume o diretor executivo da WeGov, André Tamura. 

Jornada de desenvolvimento
Para levantar os desafios mais relevantes de cada instituição, foram realizadas reuniões individuais para ajudar a selecionar os principais temas a serem trabalhados durante o programa. A jornada foi composta por trilhas temáticas sobre design, comunicação, liderança e hackeando o Governo. Cada trilha compreendeu uma série de atividades, oficinas e eventos, que ajudaram os participantes a terem insights para a criação de soluções para seus desafios. “Todo o programa foi pensado e construído para que o setor público se mantenha atualizado com as transformações da sociedade e entregue o melhor resultado para o seu cliente, que somos nós, os cidadãos”, lembra Gabriela.

Durante a cerimônia de formatura, serão entregues premiações coletivas e individuais para os grupos com maior participação, maior desenvolvimento durante o programa, solução mais inovadora e participante (HubGover) modelo, que se destacou pelo espírito inovador e intraempreendedor.