SBT leiloa, em NFT's, momentos marcantes do apresentador Sílvio Santos

31 de Agosto de 2021

Emissora torna-se a primeira a comercializar imagens através da tecnologia

Comemorando 40 anos de jornada na televisão brasileira, o SBT torna-se a primeira emissora a comercializar parte do seu acervo de imagens via NFT - tecnologia que funciona como um certificado digital para definir a originalidade e exclusividade de bens digitais.

Serão quatro imagens de momentos marcantes do apresentador Sílvio Santos em algumas de suas atrações já veiculadas pelo SBT: Onde tudo começou - 1981; De casa nova - 1996; Topa Tudo por Dinheiro - 1992 e a Teleton - 1998. Para o Head de Inovação da emissora, Fernando Pensado, a novidade simboliza um novo momento no processo de transformação digital do SBT.

As imagens serão leiloadas através da criptomoeda MATIC pelo valor correspondente a R$ 40, e o incremento para cada lance será de R$ 10. Os interessados poderão comprar MATIC para participar do leilão através do cartão de crédito pela carteira Metamask. Os lances se encerram em 30 de setembro, às 17h de Brasília.

Para tornar a experiência ainda mais exclusiva, será gerado apenas um NFT para cada imagem. Após a compra, o arrematante terá posse do NFT registrado na blockchain, lembrando que isso não o dará o direito de explorar o item comercialmente - apenas revender o NFT no marketplace.

A iniciativa de comercializar as obras digitais foi realizada em parceria com a InspireIP. Conforme aponta a CEO da empresa, Caroline Nunes, o pioneirismo do SBT vai ajudar a popularizar os NFT’s no Brasil. "O leilão de NFT do SBT vai permitir que o conhecimento sobre criptomoeda e Blockchain chegue a toda a população. Teremos netos, pais e avós pesquisando sobre a tecnologia, querendo participar do leilão, dando lances. É muito mais que um simples leilão de NFT. É uma revolução cultural", explica.

Notícias Relacionadas