NSC Comunicação apresenta iniciativa de checagem de fatos: Prova Real

09 de Março de 2018

A partir desta sexta-feira, dia 9, o público que acompanha os veículos da NSC Comunicação tem acesso a um conteúdo exclusivo, que qualifica a produção jornalística da empresa. O Prova Real é uma iniciativa de checagem de fatos ou desmistificação de fatos, que segue como base a aplicação de uma metodologia utilizada em veículos de referência global, integrantes da Rede Internacional de Fact-Checking.

A NSC é a pioneira na aplicação desta metodologia no Sul do Brasil. Já a NSC TV, ao participar da iniciativa, torna-se a primeira emissora de televisão brasileira a entregar este tipo de conteúdo. O objetivo é combater as fake news, notícias falsas, fortalecendo a disseminação de informações legítimas.

"O Prova Real conversa com o nosso propósito e tem como objetivos o enriquecimento do jornalismo e a busca da verdade" ressalta o diretor-geral de jornalismo da NSC Comunicação, César Seabra.

Por meio desta iniciativa, serão verificadas declarações entregues à imprensa ou até imagens que, ao circularem na web, ampliam o alcance de boatos. O conceito traz como referência o método matemático usado para checar se o resultado de uma operação é o correto.

Foram criadas quatro classificações para caracterizar os conteúdos checados: “exato” (quando a informação é verdadeira), “não é bem assim” (para dados fora de contexto ou incompletos), “é chute” (caso não haja dados que sustentem a afirmação) e “não fecha” (quando a informação é incorreta). A formação das etiquetas contribui para a compreensão imediata do público, que terá ainda mais elementos para formar sua opinião sobre temas relevantes atuais.

O projeto vem sendo elaborado há meses, num processo que envolveu desde a concepção do formato até a qualificação de profissionais. Um grupo de jornalistas que atuam em diversas mídias recebeu treinamento para aplicar a metodologia de fact-checking. O curso foi ministrado por Cristina Tardáglia, fundadora da agência Lupa, que integra a IFCN. 

 

Clique na galeria para ampliar as imagens: