Librelato fomenta a inovação através do projeto "Carreta do Futuro"

16 de Julho de 2019

Ação reuniu acadêmicos dos cursos de Engenharia Mecânica e Design Gráfico da Faculdade SATC de Criciúma, SC, que elaboraram propostas de inovação para a “Carreta do Futuro”. Sete meses após lançar o desafio, Librelato premia estudantes, oferece estágios e promove viagens para a Fenatran 2019

Foto: Divulgação

A Librelato encerrou com sucesso a primeira edição do projeto “Carreta do Futuro”, realizado em conjunto com a Faculdade SATC, de Criciúma (SC), considerada um dos maiores polos de inovação da
região Sul do País.

O objetivo foi lançar um desafio para que jovens acadêmicos tivessem a oportunidade de propor soluções reais de inovação para determinados modelos já existentes no portfólio da marca e contou com o
auxílio técnico e direcionamento de engenheiros da Librelato. Foram anunciados três grupos finalistas que receberam prêmios em dinheiro, oportunidade de estágios e sorteio de quatro passagens
aéreas para a Fenatran - Salão Internacional do Transporte Rodoviário de Cargas, que ocorrerá em Outubro deste ano, em São Paulo.

"Estamos potencializando oportunidades ao criar um ambiente de inovação ao nosso redor, sempre com uma visão de futuro e mantendo sinergia de ideias para manter a engrenagem do desenvolvimento da
empresa. Com ações desse tipo, teremos muito mais velocidade de inovação na Librelato”
, afirma José Carlos Sprícigo, CEO da empresa.

Ao total, seis equipes foram inscritas no desafio, cada grupo com dois professores orientadores. Willians Zanolli, engenheiro de vendas da Librelato, esclareceu que o desafio trouxe a apresentação de novas ideias que somaram-se aos projetos de desenvolvimento da Librelato em busca da “carreta do futuro”. “Nossa ideia foi aproximar alunos de universidades à empresa e fomentar um projeto de inovação junto à instituição de ensino, que envolvesse grupos multidisciplinar como acadêmicos da engenharia mecânica e design gráfico. A ideia era de não bloquear sugestões e sim fomentá-las, incentivando uma troca de argumentos e diferentes pontos de vista, mesmo vindas de pessoas não ligadas ao segmento de transportes. O objetivo é o de mostrar que a inovação deve ser desenvolvida em conjunto e também valorizar os diferentes talentos de nossa região”, conta Zanolli.