Iniciativa criada pela Câmara Brasil-Alemanha apresenta em Blumenau ideias inovadoras para aceleração

20 de Julho de 2017

Apresentar a sua ideia em um evento com os executivos das maiores indústrias da Alemanha, participar da pré-seleção para projetos de aceleração destas companhias e receber mentorias para o desenvolvimento do negócio. Estes são alguns dos benefícios que a iniciativa Startups Connected, da Câmara Brasil-Alemanha, traz para as startups brasileiras. O programa está com inscrições abertas e, este ano, conta com nove apoiadores e selecionadores de ideias. São eles: Bayer, DWIH, BMG Uptech, BASF, Volkswagen, GIZ, Prensas Schuler, SAP e Siemens.

Em Blumenau, uma apresentação do Startups Connected será realizada na próxima quinta-feira (27) e está com inscrições abertas. O evento será na Fundação Fritz Müller das 14h às 16h30min e as vagas são limitadas e gratuitas. Para garantir a sua, entre em contato através do e-mail relacionamento.sc@ahkbrasil.com ou (47) 3336-4515.

A abertura do encontro será realizada pelo presidente da Câmara Brasil-Alemanha de Santa Catarina, Dr. Markus Blumenschein. Em seguida, Dr. Carlos Alberto Schneider, da Fundação CERTI, fala sobre o cenário de inovação no estado e Bruno Vath Zarpellon, diretor de inovação e tecnologia da Câmara Brasil-Alemanha de São Paulo, aborda o projeto. Por fim, serão apresentados dois cases. Ezequiel Vedana, fundador da Piipee, falará sobre como acontece um processo de aceleração, já que a startup foi uma das vencedoras de edição anterior do projeto e recebeu incentivo da BASF. Rodrigo Noll falará sobre a aquisição de sua startup pela SBTUR Viagens.

O regulamento completo está no site startupsconnected.com.br. Após o processo de seleção, as startups terão a oportunidade de apresentar as suas ideias para um comitê de avaliação composto pelas áreas de inovação das empresas apoiadoras, no Congresso Brasil-Alemanha de Inovação. Depois disso, se abrem possibilidades para aceleração com aportes de R$ 60 mil a R$ 100 mil, incubação na AHOY Berlin (localizada na capital de São Paulo) e serviços de networking com outras companhias alemãs através da Câmara Brasil-Alemanha.

Cada um dos nove apoiadores que integram o projeto escolheu uma área de atuação da startup que vai acelerar. São elas: agricultura digital (Bayer), Alemanha (DWIH), B2Bank (BMG Uptech), cidades do futuro (BASF), conectividade (Volkswagen), eletromobilidade (GIZ), excelência industrial (Prensas Schuler), governo digital (SAP) e inteligência artificial (Siemens). ​​

Notícias Relacionadas