Fiesc apresenta projeto da Escola S em Itajaí

15 de Julho de 2021

Investimento de R$ 38 milhões congrega a educação básica e continuada do SESI e do SENAI

O presidente da Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC), Mario Cezar de Aguiar, apresentou nesta quarta-feira (14) ao prefeito de Itajaí, Volnei Morastoni, e à imprensa o projeto da Escola S que será implantada na cidade. O investimento de R$ 38 milhões congrega a educação básica e continuada do SESI e do SENAI. A escola começará a funcionar em 2022, com 690 alunos e crescimento gradativo até alcançar 1.060 matrículas em 2025. 

“O SESI e o SENAI em Itajaí têm experiência de 15 anos com o Ensino Médio e, com esta nova unidade, as entidades vão atender estudantes da pré-escola, ensino fundamental e ensino médio e também de educação continuada, de jovens e adultos”, explica Aguiar. “Nosso interesse é oferecer uma educação de qualidade, que contribuirá para o desenvolvimento do município e estado, incluindo a indústria”, conclui Aguiar.

“Itajaí é um celeiro de inovação e investimento. E nenhuma área é mais importante para a cidade do futuro que queremos do que a educação. Uma Itajaí moderna, inteligente e sustentável passa pela qualificação técnica e educacional de nossas crianças e jovens. Por isso, receber um investimento significativo nessa área é tão fundamental”, destaca o prefeito de Itajaí, Volnei Morastoni.

Tendências pedagógicas inovadoras

Conforme o diretor de educação e tecnologia da FIESC e diretor regional do SENAI/SC, Fabrizio Machado Pereira, a proposta de ação da Escola S é de educação integral alinhada às tendências pedagógicas inovadoras. “Queremos oferecer uma formação que propicie por meio do protagonismo dos estudantes desenvolver competências em uma educação significativa mediada por tecnologias e muita experimentação”, afirma.

Estrutura

Um edifício de 6 mil metros quadrados, em área territorial de 6,88 mil metros quadrados, foi adquirido pela Fiesc para a instalação da Escola S. Antes, a strutura abrigava a área administrativa da Seara Alimentos, na Av. Vereador Abrahão João Francisco, no centro da cidade. O edifício tem três pavimentos e haverá ampliação de 2,14 mil metros quadrados com a instalação das quadras poliesportivas e salas de aula. Do total de investimento, R$ 17 milhões correspondem à aquisição do imóvel e R$ 21 milhões, à reforma e ampliação. A escola atenderá a pré-escola (a partir de 3 anos e 11 meses), com 50 matrículas no primeiro ano de funcionamento; ensino fundamental (1º ao 9º ano), com 285 matrículas em 2022; ensino médio, com 230 matrículas no ano que vem, além da educação maker, no contraturno, iniciando com 125 matrículas em 2022. A estrutura contará com 23 salas de aula, nove salas multifuncionais/laboratórios (STEAM, informática, artes, ciências, educação tecnológica, cozinha experimental, entre outros), além de biblioteca e duas quadras poliesportivas.

Notícias Relacionadas