Biguaçu ganha pré-incubadora do programa de inovação aberta Cocreation Lab

09 de Setembro de 2020

Edital vai selecionar até 15 projetos para serem desenvolvidos, com foco nos setores de agronegócio e agroturismo

O Cocreation Lab, pré-incubadora de ideias relacionadas à economia criativa da Capital catarinense, chega a Biguaçu através de uma parceria entre o município e o Sebrae. Dessa forma, a partir de agora os moradores da Grande Florianópolis também contarão com o suporte especializado do hub para transformarem suas ideias inovadoras em negócios.

O edital foi lançado nesta terça-feira (8), disponível no site do Cocreation Lab, e as inscrições podem ser feitas até o dia 7 de outubro. O resultado será divulgado no dia 26 selecionando até 15 projetos. Aqueles que oferecem soluções para os setores de agronegócio e agroturismo receberão pontuação extra na etapa de avaliação, já que são áreas relevantes para a cidade.

"O município de Biguaçu tem uma forte iniciativa no agronegócio, e com o Projeto de Agroturismo que o SEBRAE está implantando tende a ter iniciativas inovadoras também nessa área. A ideia é que as propriedade da região possam se transformar em pontos turísticos, passando a oferecer experiências atreladas ao agronegócio. Entendemos que o incentivo à tecnologia e inovação por meio do Cocreation Lab vai impulsionar ainda mais esse setor, que tem grande potencial e apoio do município para crescer ainda mais”, afirma o Gerente Regional do Sebrae/SC, Wanderley Andrade.

A abertura da pré-incubadora está prevista para o dia 29 de outubro, no CITeB - Centro de Inovação e Tecnologia de Biguaçu. Durante cinco meses, os participantes passarão por diversas atividades, mentorias e networking, por meio da metodologia exclusiva TXM Business, idealizada pelo professor da UFSC e fundador do Cocreation Lab Luiz Salomão Ribas Gomez. Depois, os projetos estarão prontos para serem incubados ou receberem investimento.

 

Iniciativa também contribui para que Santa Catarina se consolide como um polo nacional de economia criativa

Segundo a pesquisa Mapeamento da Indústria Criativa da Firjan, publicada em 2019, cresce a procura por profissionais que atuam na criação de produtos e serviços diferenciados para o consumidor. Neste contexto, Santa Catarina sai na frente e junto com São Paulo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul integra o rol de estados que mantiveram a participação de profissionais criativos acima da média nacional (1,8%). Por aqui, 2,1% de todos os trabalhadores são ligados à indústria criativa.

Notícias Relacionadas