Startup SC e ACATE realizam série de meetups online

15 de Maio de 2020

Encontros irão debater os aspectos jurídicos, projeções financeiras e gestão de pessoas durante a pandemia

Devido às mudanças na dinâmica de trabalho e de socialização provocadas pela pandemia, o projeto Startup SC, do Sebrae/SC, irá promover, em parceria com a ACATE (Associação Catarinense de Tecnologia), uma série de meetups totalmente online. Os encontros acontecerão nos dias 20 e 27 de maio e 3 de junho, com início sempre às 19h. As inscrições podem ser feitas aqui.

Depois do primeiro meetup online realizado no dia 15 de abril, sobre “Gestão de Startups em Tempos de Crise”, todos os temas serão relacionados ao coronavírus, com cada edição focada em determinado assunto. O primeiro dia (20/05) terá como tema “Gestão de Pessoas” e contará com a presença do mentor do Programa de Capacitação do Startup SC e fundador da Questum, Rafael Assunção; da fundadora e CEO da HUG, Daiane Andognini; da fundadora e CEO da Solides, Monica Hauck; do co-fundador e CEO da GoGood, Bruno Rodrigues; e do diretor de gestão de talentos da Resultados Digitais, Anderson Nielson.

No dia 27, será a vez dos empreendedores Rafael Assunção; Marcus Silva, proprietário da Silva, Santana & Teston Advogados; do diretor de operações da PagueVeloz, Nilton Neto; e do sócio América Latina da Global Founders Capital, Alex Anton, discutirem os aspectos jurídicos que são enfrentados durante a pandemia. E por fim, no dia 3 de junho, o assunto debatido será “Projeções Financeiras”, pelos convidados Rafael Assunção; Rodrigo Ventura, fundador e diretor da Escola do Financeiro; o fundador e CEO da Pingback, Matt Montenegro; e o parceiro de estratégia digital da NEO Investimentos, Paulo Costa.

“Há anos ensinamos sobre inovação. Mantendo essa mentalidade, era inadmissível que não repensássemos a forma que nós fazemos nossos programas. Estamos trazendo o nosso trabalho para o digital para ajudar os empreendedores no momento em que eles mais precisam. Com os eventos online, conseguimos impactar não só os catarinenses, mas pessoas por todo o Brasil — o que é essencial neste cenário em que vivemos”, afirma o coordenador do projeto, Alexandre Souza.

Notícias Relacionadas