Quais são os maiores desafios dos gestores de agências de publicidade em 2021?

12 de Agosto de 2021

Segundo dados do Censo 2021 da Operand, a maioria dos gestores (57,6%) declararam que a sua principal dificuldade é atrair e manter bons clientes

Ninguém estava preparado para o que 2020 tinha reservado, incluindo as agências de publicidade. Perda de contratos, novas estratégias para retenção de clientes, adaptação ao modelo de home office, ajustes no planejamento estratégico e na gestão financeira foram apenas alguns dos desafios que as agências superaram.

Agora, passando da metade de 2021, como o mercado publicitário está reagindo? Qual a visão das agências para o futuro? Com quais questões os gestores precisam lidar neste momento?

Esse assunto é um dos temas debatidos na OPCON 2021, que acontece nos dias 17 a 20 de agosto. Gratuito e online, o evento tem a intenção de reunir gestores que querem promover o crescimento dos seus negócios e colaboradores que precisam se atualizar com as novidades do mercado.

Para Igor Moraes, CEO da AgênciaPRO+, muitas agências sentem essa dor por não conseguirem mostrar valor para os clientes e fazer com que eles entendam que o serviço precisa ir muito além de um perfil nas redes sociais. “O ponto é conseguir provar o ROI, indo além das redes sociais, usando elas apenas como um dos vários canais que o cliente tem como oportunidades. Uma das melhores formas é criar leads através de inbound marketing, tráfego pago e não ficar limitado apenas produzindo conteúdo. Cada vez mais é importante se envolver com a parte de vendas da empresa, entender tudo que acontece, para assim poder entregar uma estratégia quente para o cliente e que será valorizada”, pontua o especialista.

O evento OPCON é uma iniciativa da Operand, empresa desenvolvedora de um sistema integrado de gestão para equipes criativas, com foco em agências de publicidade, propaganda, design e marketing, e que atende mais de mil empresas. A inspiração do evento, segundo Luciano Loffi, CEO da Operand, foi proporcionar a oportunidade de reunir e trocar experiências com os profissionais que comandam as maiores agências do país.

“Mesmo antes da pandemia, o setor já vinha enfrentando constantes desafios para se manter relevante no mercado. Analisando este contexto, conferências e debates sobre o futuro da atividade são essenciais para trazer novas ideias que sejam aplicáveis para reformular a gestão da agência e a prática dos colaboradores. Acreditamos que nos unindo, somos capazes de desenvolver novas estratégias, encontrar ferramentas acessíveis e ágeis, novos recursos e métodos eficientes de gestão e assim melhorar os resultados de qualquer tipo de negócio”, destaca Luciano.
 

Notícias Relacionadas