Plano de Inteligência Artificial para Cidades Inteligentes é apresentado em evento online

10 de Maio de 2021

Coordenadora-Geral de Transformação Digital do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), Eliana Emediato, é uma das convidadas do encontro

A coordenadora-geral de Transformação Digital do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), Eliana Emediato, é uma das convidadas a participar de um webinar promovido pelas Cidades Digitais da Grande Florianópolis e Região Serrana que acontecerá nesta terça-feira (11), a partir das 10 horas.

O encontro irá mostrar a estratégia brasileira para uso de Inteligência Artificial no contexto das Cidades Inteligentes. “O objetivo é contribuir com a formulação de políticas públicas que tornem cada cidade mais conectada e eficiente, que ofereça facilidades ao cidadão e melhore a qualidade de vida das pessoas. E a implantação de uma cidade inteligente é fundamental nesse contexto”, ressalta o diretor da RCD, José Marinho.

Entre elas está a Carta Brasileira para Cidades Inteligentes, documento lançado pelo MCTI em conjunto com o Ministério do Desenvolvimento Regional que visa, de acordo com a coordenadora do MCTI, nortear as ações nos municípios. “A construção da carta tenta direcionar a definição de uma cidade inteligente no contexto brasileiro, formular uma agenda pública articulada, apresentar o que seria uma estrutura para indexação de iniciativas de cidades inteligentes e também lista quais ações poderiam apoiar os municípios”, explica.

Outra ação, que ainda está em desenvolvimento pela RNP (Rede Nacional de Ensino e Pesquisa) em parceria com o MCTI, é um sistema de indicadores para cidades inteligentes. “É um sistema para que a gente possa trabalhar junto com os municípios vários indicadores, para que as Prefeituras possam saber o nível de maturidade que elas se encontram para poder definir as ações”, adianta a coordenadora.

Apresentado pela jornalista e diretora da S. Clara Comunicação, Valdireni Alves, o evento compartilhará ainda soluções disponíveis e as tecnologias adotadas em Florianópolis, Lages e Palhoça. “Além do início de um novo mandato, esses gestores têm o desafio de conduzir as cidades em meio a uma pandemia que vem exigindo novas formas de relacionamento entre poder público e cidadão. E a tecnologia tem papel fundamental neste momento e na retomada de desenvolvimento das cidades”, completa o diretor da RCD.

As inscrições são gratuitas para servidores públicos, entidades e universidades pelo site.

 

Notícias Relacionadas