Pandemia acelerou mudanças e tendências que já estavam em curso no rádio

17 de Setembro de 2020

Afirmação é do jornalista Daniel Starck, do TudoRádio, durante Webinar ACAERT

 

O jornalista Daniel Starck, CEO do portal TudoRádio, afirmou nesta quinta-feira (18) durante Webinar ACAERT que na crise do coronavírus o rádio acelerou processos e tendências que já estavam acontecendo no segmento antes mesmo da pandemia. Ele cita o caso do crescimento do áudio digital com distribuição de conteúdo em multiplataformas, embarcado em novos dispositivos tecnológicos. “Por isso, emissoras que estão com algum atraso no digital podem ter problemas, principalmente na área comercial”, destacou. Starck defendeu que o rádio precisa melhorar a oferta de dados para os anunciantes e o mercado e que o setor precisa se unir para mostrar o valor que tem. “É preciso unificar o discurso em favor do rádio”. O Webinar ACAERT teve a mediação do vice-presidente Regional do Vale do Itajaí, Evelásio Vieira Neto. 

Cases
O palestrante ressaltou o aumento do consumo de áudio durante a pandemia elevando a audiência do rádio tanto no dial como no digital. “O rádio reforçou seu papel social, baseada na sua credibilidade”, disse. “O veículo foi, mais do que nunca, o ombro amigo do ouvinte neste período”. 
 

Daniel Starck deu exemplo de cases em que emissoras adaptaram até mesmo o slogan para reforçar a marca junto à audiência. Outras ampliaram a produção de conteúdo digital atendendo, desta forma, a demanda. Foram citadas ainda ações sociais, de conscientização e prestação de serviço para a comunidade.  Além de auxílio aos comerciantes locais com orientações aos anunciantes.

Notícias Relacionadas