Festival de roteiro que reconhece o protagonismo feminino no audiovisual está com inscrições abertas

05 de Maio de 2021

6º Cabíria Prêmio de Roteiro aceita cadastro de trabalhos até o dia 15 de junho; neste ano premiação conta com novidades

Foto de cottonbro no Pexels

 

Celebrar e incentivar o protagonismo feminino no audiovisual é o conceito do Cabíria Prêmio de Roteiro, que está com suas inscrições abertas até o dia 15 de junho através do site para a sua 6ª edição.

Neste ano, o festival traz como novidade a ampliação da categoria Série Documental, abrangendo outros "formatos de não-ficção". São quatro categorias: “roteiro do piloto de não-ficção”, “roteiro de longa de ficção”, “argumento de longa de ficção infantojuvenil” e “roteiro do piloto de série de ficção”. Os trabalhos inscritos precisam ter ao menos uma protagonista feminina e ser de autoria de roteiristas mulheres, podendo ser em coautoria com pessoa(s) de outra(s) identidade(s) de gênero. A temática é livre.

 

A Premiação

Para todas as categorias, os roteiros vencedores ganharão consultorias e mentorias de especialistas no Cabíria LAB, com o objetivo de impulsionar as carreiras das roteiristas e de seus projetos.

A primeira colocada da categoria longa-metragem de ficção também passará a integrar a rede de talentos do Projeto Paradiso, instituição que investe em formação profissional e geração de conhecimento. "Para o Projeto Paradiso, é uma alegria estar mais um ano ao lado do Cabíria, apoiando a realização do Cabíria Lab. As roteiristas que premiamos nas edições anteriores estão desenvolvendo projetos ricos, que estamos orgulhosos de acompanhar. Estamos animados para conhecer os novos roteiros e talentos que vão despontar neste ano", afirma a diretora executiva do Projeto Paradiso, Josephine Bourgois.

Já uma parceria com a ABRA (Associação Brasileira de Roteiristas e Autores) premiará uma roteirista finalista de mais de 40 anos com uma mentoria com a roteirista e diretora Sylvia Palma, experiente em narrativas ficcionais e não ficcionais. “Para a Abra, a existência de festivais como o Cabíria é de extrema importância, pois num cenário audiovisual onde as mulheres ocupam apenas 20% das telas, se torna urgente e necessário apoiar um festival que promove a visibilidade do protagonismo feminino, que estimula a pluralidade de vozes na autoria feminina, assim como em toda a cadeia criativa, seja na frente ou trás das câmeras. Vida longa à parceria Abra e Cabíria”, comemora a diretora de comunicação da Abra, Eli Ramos.

Também serão oferecidas mentorias com Paula Knudsen, indicada duas vezes ao Emmy Internacional e com passagem pela Netflix, Nickelodeon, Bandeirantes e Amazon Prime; e Patrícia Corso, roteirista com vasta experiência em cinema e TV, que assina roteiros como do longa “Minha vida em Marte” (Susana Garcia, 2018) e da série “Coisa Mais Linda” (Netflix, 2019-20); para dois projetos finalistas da categoria de série de ficção.

Aos primeiros colocados das categorias de série de ficção e não-ficção, serão oferecidas premiações em dinheiro no valor de mil reais. Premiações paralelas como credenciais de eventos, gratuidades e/ou descontos em cursos também estão previstas.

 

Valores

Para as inscrições até 15 de maio, a taxa terá valor promocional de R$65. De 16 de maio a 15 de junho será cobrada a tarifa regular de R$90.

Roteiristas mulheres PcD, negras, indígenas e pessoas trans poderão requisitar gratuidade nas inscrições, mediante formulário simplificado de autodeclaração, conforme regulamento.

 

 

Divulgação

Será realizada uma série de lives com mulheres profissionais do setor de audiovisual acerca de cada categoria com o objetivo de tirar dúvidas e estimular as inscrições. Até o momento, já estão confirmadas as seguintes:

6/5 - Renata Mizrahi, dramaturga e roteirista, finalista da categoria argumento de longa infantojuvenil, em 2020;

14/5 - Ana do Carmo, vencedora em primeiro lugar da categoria de longa de ficção em 2020;

21/5 – Ana Abreu, roteirista especializada em projetos de não-ficção, que trabalhou em séries de TV como "Mestre do Sabor", “Fazendo a Festa”, “Eu sou Assim” (GNT, indicada ao Emmy Internacional na categoria melhor série documental);

28/5 - Alice Marcone, no universo das narrativas de séries ficcionais, a convidada é a roteirista, atriz e cantora que roteirizou as séries “Noturnos” (Canal Brasil) e “Setembro” (Amazon Prime Video); foi colaboradora de roteiro de “Todxs Nós” (HBO) e da inédita "Manhãs de Setembro", que estreia em junho na Amazon Prime.

Mais informações sobre as lives podem ser encontradas nas redes sociais oficiais do @cabíria_festival no Instagram e no Facebook.

 

Notícias Relacionadas