ENTREVISTA | Adriano Araldi, diretor de operações da NSC, faz balanço de 2017 e traça perspectivas para o futuro

26 de Dezembro de 2017

fotos: Léo Munhoz

Acontecendo Aqui esteve na sede da NSC Comunicação em Florianópolis na última semana para uma visita às redações de jornais, rádios e televisão em uma conversa com Adriano Araldi, diretor de Produto e Operações da NSC Comunicação (assista aqui à uma transmissão ao vivo que fizemos durante a visita). Há dez anos na empresa, Araldi faz um balanço de 2017, ano em que esteve à frente da diretoria de jornais e rádios, e também traça perspectivas para o futuro, como o lançamento de uma nova rádio em Joinville, nova programação da CBN Diário, novos aplicativos para os produtos digitais além de mudanças no Clube do Assinante. Confira a entrevista.

 

Você assume um desafio grande a partir de janeiro quando toma posse da Direção de Produto e Operações da NSC Comunicação. O que ficará sob seus cuidados?

Como diretor de produto e operações, terei sob minha gestão direta as áreas de novos negócios, plataformas digitais, tecnologia e programação da NSC TV, rádios entretenimento e mercado leitor que engloba: circulação, industrial e logística da rede de jornais.

 

 
Em fevereiro, quando anunciamos sua chegada à direção de jornais e rádios, você dizia que iria concentrar seu foco na qualificação dos produtos para atender todos os públicos nas diversas plataformas. Metas cumpridas?

Estamos muito felizes com os resultados que alcançamos em 2017. Avançamos fortemente na qualificação dos nossos produtos. Nas rádios, qualificamos ainda mais a nossa programação, seja com o lançamento de novos produtos ou melhoria dos existentes. Na Atlântida Blumenau, lançamos o programa Cafezão - a atração se tornou um grande sucesso revertendo, também, resultados para os nossos anunciantes. Da mesma forma, lançamos na rede, o “Buena Onda” e “Tá Ligado”, pensados exclusivamente para o mercado de SC. Na CBN, consolidamos nossa liderança na cobertura esportiva e reforçamos ainda mais o jornalismo com o lançamento do Direto da Redação sob o comando do Renato Igor. Já no início de 2018 lançaremos a nossa programação da tarde da CBN e uma nova rádio em Joinville.

Nos jornais, investimos na melhoria da nossa plataforma digital e impressa com uma reformulação completa dos nossos produtos. Destaque para o lançamento da superedição de fim de semana que já no primeiro mês teve um incremento de 2000 assinantes, crescimento de 27% na venda avulsa e 34% nas receitas comerciais. Lançamos também o NSC Total (www.nsctotal.com.br) o novo portal, construído a partir de uma nova base tecnológica que permitirá a execução plena da estratégia digital  para os próximos anos, além de trazer novos produtos e formatos para o mercado anunciante catarinense. Para suportar as novas iniciativas de produtos, criamos um novo modelo de redação, fizemos investimentos em um contact center próprio com mais de 30 profissionais, estamos em fase final de implementação da loja NSC, onde os assinantes terão acesso a um novo portal de serviços bem como ficará muito mais fácil e prático a aquisição dos nossos produtos. No Clube do Assinante, tivemos 554 eventos com uma média de desconto de 40% para os nossos assinantes. O Hora de Santa Catarina realizou uma promoção histórica, contemplando 20 mil leitores com kits de conversor digital, auxiliando no processo de transição de sinal da TV, além de atingir a marca de mais de 1 milhão de kits distribuídos da promoção junte e ganhe ao longo dos 11 anos de história do jornal. Em 2018, as novidades não param. Já no primeiro trimestre disponibilizaremos novos aplicativos, novo jornal digital, novidades no Clube do Assinante e na nossa plataforma de novos negócios com o Estúdio de projetos especiais, Brands e Versar.

 

Você nos apresentou a área onde estão localizadas as redações de todos os jornais da empresa e do portal NSC Total. Pelo que percebemos, a produção de conteúdo e sua distribuição seguem formatos novos. Como funcionam?

Implementamos um novo modelo para suportar as novas demandas e produtos, priorizando a integração, a sinergia e a sustentabilidade do negócio. Buscamos Inspiração em modelos de empresas mundiais, adaptando para a nossa Estratégia. O resultado é um formato totalmente inovador. Dividimos o time em produção de conteúdo, o core do nosso business, que reúne toda a nossa equipe de repórteres, não importa o veículo, e  gestão de produtos e processos - que são os times que pegam o conteúdo produzido e o adaptam a todas as nossas plataformas de distribuição e à necessidade de cada produto. Não estamos mais divididos por veículos ou temáticas (Economia, Política,...), modelo tradicional de redações. Então temos o time NSC Rede, responsável por todas as publicações impressas; o NSC Total, responsável pelo digital, mídias sociais e produtos para assinantes e o NSC Entretenimento (Versar e Clube do Assinante). Dentro do time de conteúdo, temos, além da equipe focada nos assuntos macro, que são importantes para todos os veículos, três equipes focadas no hiperlocalismo: NSC Florianópolis (produção de conteúdo para Hora, CBN e DC), NSC Joinville (DC e AN) e NSC Blumenau (DC e JSC). Nossa produção de conteúdo voltada para a rede também conta com jornalistas nas demais cidades-polo de SC: Chapecó, Criciúma, Itajaí e Lages.

 

Os jornais de Joinville e Blumenau são editados e fechados em Florianópolis. Portanto, houve mudanças nas estruturas do Santa e do AN. Como é produzido o conteúdo deles?

Em Joinville e Blumenau, estamos concentrando 100% da nossa energia na captação e produção de conteúdo de qualidade, procurando dar mais visibilidade para todo o Estado, o que é muito importante para essas regiões. Um bom exemplo, é a Superedição de fim de semana que hoje circula para todo o Estado com conteúdo produzido nessas praças, seja através de reportagens especiais ou colunistas. Para isso, temos um time qualificado de repórteres, fotógrafos e os principais colunistas e formadores de opinião em cada cidade. Atividades operacionais e que podem ser realizadas à distância, foram concentradas em Florianópolis.

 

 
Há planos para os impressos não circularem mais nos dias úteis e se limitarem à Superedição de fim de semana?

Não. Todos os nossos jornais continuarão circulando todos os dias. Temos a crença na plataforma impressa como modelo de negócio. Temos uma base de assinantes sólida e super qualificada. Acreditamos no valor dessa relação. A audiência dos nossos jornais somadas, formam a sexta maior rede de jornais do Brasil. Sendo assim, cada vez mais atuaremos como rede de jornais, possibilitando para o nosso cliente anunciar para todo o Estado (rede) ou customizado para o mercado local (spot), conforme a sua estratégia de comunicação.

  

Qual o comportamento da tiragem e circulação dos quatro jornais em 2017 e as audiências das rádios?

Tivemos um ano fantástico em termos de audiência. Quando analisamos os 11 maiores jornais de circulação do Brasil, houve uma queda de aproximadamente 10% comparando jan/17 versus nov/17 na circulação total. Neste mesmo período, os jornais da NSC cresceram aproximadamente 20%, sendo 58% no digital e 9% no impresso. Em relação às rádios, estamos projetando fechar 2017 com um crescimento de 9% nas receitas com a manutenção da audiência de Itapema e Atlântida e crescimento de share na CBN diário.  

 

Para os anunciantes e suas agências de propaganda quais as novidades no NSC Total?

Hoje a audiência somada dos nossos sites de jornais, fica em torno de 15 milhões de visitas/mês com mais de 2,4 milhões de seguidores somente no facebook. O NSC Total já nasce grande com mais de 430 mil seguidores no Facebook e com uma  projeção de 20 milhões de acessos para os próximos meses. Na primeira fase do projeto o objetivo era realizar a transição do antigo ClicrbsSC para a nova plataforma. Aproveitamos para introduzir novos conceitos, construindo um site com arquitetura específica para smartphones, já que 66% do nosso tráfego é mobile, e uma versão exclusiva para desktop. O produto possui mais de 40 colunistas com uma experiência de navegação inspirada nas redes sociais, inédito nos portais de notícias brasileiros. São mais de sete capas, contemplando as principais regiões de SC. Estamos introduzindo também novos formatos premium de anúncios, inéditos no mercado catarinense. Para 2018, ainda no primeiro semestre teremos mais novidades em relação ao produto com o objetivo de consolidar o NSC Total como o maior e melhor portal de notícias e entretenimento de Santa Catarina.