SBT Santa Catarina apresenta série documental para destacar as "Paixões Brasileiras"

13 de Março de 2018

O projeto atravessará o Brasil para mostrar as culturas e tradições que mobilizam milhões de pessoas e caracterizam o nosso país. Pensado na riqueza inestimável do nosso povo, o SBT Santa Catarina desenvolveu, em parceria com o SBT, a série batizada de “Paixões Brasileiras”.

De acordo com Roberto Dimas Ribeiro do Amaral, vice-presidente de produto do SBT Santa Catarina, o documentário nasceu da ideia de integrar as emissoras da rede que compões o PNT (Painel Nacional de Televisão) e representa a audiência nacional de TV no país. Inicialmente intitulado de “Passion”, o projeto foi elaborado pela área de produto do SBT Santa Catarina e apresentado ao SBT num workshop realizado em São Paulo. “Levamos um teaser do projeto para São Paulo e a resposta da direção do SBT foi muito positiva. Após algumas reuniões decidimos criar o “Paixões Brasileiras” e envolver todas as emissoras que compõe o PNT”.

Cleyton Prado, diretor de produção do SBT Santa Catarina, ressalta a qualidade técnica do projeto que envolveu toda a equipe de produção do SBT. “Foram meses de dedicação na produção do episódio que aborda a cultura do cavalo crioulo (um dos episódios que serão exibidos no Paixões Brasileiras, cujo teaser foi apresentado ao SBT). Envolvemos diversos profissionais desde a pesquisa até a finalização do documentário e o resultado vai surpreender pela qualidade e pela beleza das imagens que valorizam a essência do que é ser brasileiro”.

A produção do “Paixões Brasileiras” será feita pela produtora Movioca Content House e contará com o envolvimento das emissoras filiadas e afiliadas ao SBT em cada uma das 15 regiões do PNT: Grande São Paulo; Grande Rio de Janeiro; Grande Belém; Grande Belo Horizonte; Grande Campinas; Grande Curitiba; Distrito Federal; Grande Florianópolis; Grande Fortaleza; Grande Goiânia; Manaus; Grande Porto Alegre; Grande Recife; Grande Salvador e Grande Vitória. O SBT Santa Catarina receberá o royalties pela criação do projeto que deve ser exibido para todo o país no início de 2019.