Quero Parar Mas Não Consigo ocorre neste sábado em Florianópolis

03 de Março de 2019

Bloco de despedida do Carnaval tem novo local e melhor estrutura em 2019

Foto: Bruno Collaço

Quero Parar Mas Não Consigo, bloco de pós-Carnaval de Florianópolis há oito anos, tem novo local. A festa, que ocorre neste sábado, dia 9, foi transferida para a lateral do Complexo Nego Quirido, de frente para o mar, onde terá melhor estrutura e acessos para os foliões se despedirem de uma das festas mais tradicionais do país. 

O evento tem acesso livre, porém, quem adquirir o abadá terá direito a espaços, bar e banheiros exclusivos, além do open bar. A festa tem como cerveja oficial a SKOL e terá open bar de SKOL Beats, Pilsen, Hops, água e refrigerante. 

O bloco começou como uma reunião de amigos na Avenida Hercílio Luz, no Centro da Capital. No começo, reunia 50 pessoas, e hoje são esperados mais de mil foliões com abadá - além dos que entram gratuitamente - que serão embalados por bandas locais em cima de um trio elétrico, no maior clima de micareta. 

Com uma caricatura no abadá, o Quero Parar Mas Não Consigo homenageia este ano o colunista Cacau Menezes, que sempre colaborou com a divulgação do evento. As camisetas estão sendo vendidas pelo site Blueticket e comissários autorizados. A entrega dos abadás ocorre nesta quinta (7) e sexta-feira (8), das 10h às 18h, em um contêiner na passarela. 

Com o novo local, o evento só tem a ganhar, já que no mesmo dia também ocorre o Desfile das Escolas de Samba Campeãs do Carnaval 2019 de Florianópolis, com abertura das arquibancadas às 18h. O esquenta do bloco tem início às 14h ao som de Quinteto S.A. e os DJs Momm e Lucas Loch. O open bar termina às 19h. Não será permitido o acesso com bebidas e comidas de fora do Complexo. Haverá praça de alimentação no local.

Já às 20h30 começa o Desfile, onde todos que compraram o abadá poderão ter acesso as frisas da passarela para assistir; às 22h um arrastão toma conta da avenida com o DJ Fattori em cima do trio.