Livro "Águas Subterrâneas, Um Patrimônio", tem fotos de Antonio Carlos Mafalda

07 de Dezembro de 2018

O lançamento ocorrerá durante o seminário com pesquisadores da Rede Guarani/Serra-Geral

Para quem anda pra lá de preocupado com a crise hídrica do planeta, uma boa ideia é conhecer o livro Águas Subterrâneas, um Patrimônio Catarinense. Com 160 páginas e contendo imagens produzidas pelo fotojornalista Antonio Carlos Mafalda e textos de Imara Stallbaum, a obra será lançada na tarde da quarta-feira, 11 de dezembro, na Fapesc, em Florianópolis.
O lançamento ocorrerá durante o seminário no qual pesquisadores da Rede Guarani/Serra-Geral (RGSG) apresentarão os resultados e perspectivas do projeto que estuda a hidrogeologia e a geoquímica das águas superficiais e subterrâneas na região dos sistemas aquíferos Guarani e Serra Geral Hoje, sabe-se que a fartura hídrica existente em Santa Catarina está vinculada às chuvas regulares que caem sobre as 10 regiões hidrográficas.

Mas já não há mais dúvidas de que ela também é fortemente influenciada pelos dois reservatórios existentes embaixo de 158 dos 295 municípios catarinenses. Em torno de 80% desses 158 municípios são abastecidos pelo Serra Geral e pelo Guarani, sendo que neles cerca de 30% do PIB catarinense é produzido. 

O projeto Rede nasceu em meados dos anos 2000 em razão das ameaças que comprometiam a qualidade dessas duas “caixas d`água subterrâneas”. Coordenado pelo geólogo e professor Luiz Fernando Scheibe, um dos maiores especialistas em águas subterrâneas do país, reúne pesquisadores e especialistas de 10 universidades de Santa Catarina além de
várias outras instituições estaduais.

Lançamento do livro Águas Subterrâneas, Um Patrimônio Catarinense, produzido pela Mafalda Press e a Editora Expressão
- 11 de dezembro, às 14 horas.
- Auditório da Fapesc (Fundação e Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina) 
- Parque Tecnológico Alfa, Rodovia. José Carlos Daux - João Paulo, Florianópolis/fone (48) 3665-4800