Três artistas criam grafite de 480 metros quadrados em Blumenau

27 de Janeiro de 2020

Pintura retrata a diversidade das pessoas que fazem o cooperativismo acontecer

Um grafite feito em uma parede com 480 metros quadrados chama a atenção de quem passa pela Rua Humberto de Campos, nas proximidades da Central Ailos, em Blumenau (SC). Uma arte desenvolvida a seis mãos, foi inspirada no sentido da cooperação: as pessoas. 

Os artistas
Quiko Nuts, Pilaco e Felipe Coff foram os responsáveis por representar através do desenho todos aqueles que fazem o cooperativismo acontecer. A sede da central cooperativa está localizada na Rua General Osório, 1180, Bairro Velha.

Segundo os artistas, sem as pessoas não há o cooperativismo. Por isso, eles escolheram três personagens para simbolizar o todo: uma senhora e dois jovens. A primeira simula a experiência, a família que é a base de tudo. Ela está no centro do desenho e possui cores alegres e vibrantes. Já a obra dos jovens remete à construção e o olhar para o futuro, demonstra o novo, onde se quer e se pode chegar. “Os personagens apresentados representam a comunidade como um todo, seus sonhos e formas de ver o mundo”, esclarece Quiko.

Conforme a coordenadora de comunicação interna e endomarketing, Josiane Beatriz Gallassini, o trabalho expressa os princípios cooperativistas. “Optamos pelo grafite, pois é um movimento que se identifica com a comunidade, uma manifestação artística que, assim como o cooperativismo, surgiu de uma minoria”, explica. Outra ideia era a de valorizar os talentos locais. “Foi aí que encontramos o Quiko e lançamos o desafio de que ele não fizesse o trabalho sozinho, mas com a colaboração de outros artistas. Ficamos muito felizes com o resultado final desta ação e o entusiasmo dos profissionais”, complementou.

 

 

Notícias Relacionadas