Startups que participaram do Programa de Aceleração Visa compartilham experiências e dicas com futuros empreendedores

06 de Janeiro de 2020

As empresas que participam do programa recebem mentorias, além da oportunidade de ir ao Vale do Silício analisar sua estratégia de negócio

Abrir um negócio que seja duradouro e cresça junto com o mercado talvez seja o desejo de muitos brasileiros, apesar de não ser uma tarefa fácil. É por isso, que há três anos o Programa de Aceleração Visa investe no empreendedorismo e em novas soluções para o mercado. As empresas selecionadas pelo programa recebem mentorias, além da oportunidade de ir ao Vale do Silício analisar sua estratégia de negócio, fazer benchmark e validar se a solução criada por eles pode ser internacionalizada.

 

Abaixo, estão as experiências de algumas startups que participaram do programa:

“O fundador tem que estar preparado para ouvir alguns nãos e absorver momentos de frustração durante a jornada. As ideias inovadoras são muito importantes, mas a execução eficiente é a chave para o sucesso”, afirma Edgar Scherer, um dos sócios da Getmore, empresa que oferece soluções para fidelizar clientes, colaboradores e canais de venda. O executivo ainda explica que, os principais obstáculos para iniciar um negócio são tempo, dinheiro e apoio. “É preciso ser forte para não desistir do negócio antes que ele decole”, conta.

Já segundo Uasden Ferreira, CEO e fundador da Safeticket, plataforma de venda de ingressos para eventos, o importante é pesquisar muito e focar nas soluções para atender os clientes da melhor forma possível, garantindo uma boa jornada e experiência. Uasden ainda afirma que manter os talentos podem fortalecer o negócio. “Entre as maiores dificuldades estão a desconfiança dos clientes no início e a dificuldade de encontrar uma equipe experiente”, diz.

“Busque capacitação em centros de inovação. Capriche nos pitches e aproveite as maratonas de tecnologia e as possibilidades de apresentar seu case a terceiros. Divulgue o que você faz e invista na construção da reputação do seu negócio”, é o que aconselha Fabíola Paes, especialista em varejo, CEO e co-fundadora da Neomode, startup que automatiza todo o processo de vendas do varejo unificando a loja física com canais online de venda. A executiva ainda reforça a importância de se manter informado sobre o seu setor, conhecer mais sobre as tendências, além de construir uma boa rede de relacionamentos.

 

A seguir, Beatriz Montiani, diretora de Soluções e Inovação da Visa, recomenda outras dicas importantes para quem quer se tornar empreendedor:

-Não se apaixone pela sua ideia. Analise se ela resolve de fato uma dor de seu cliente e valide com possíveis usuários;
-Pesquise muito sobre o seu nicho de mercado, sempre haverá aprendizados;
-Mantenha o foco no que quer realizar e construir;
-Monte um plano de negócios, com metas e objetivos claros;
-Fique atento ao momento certo de concluir negócios, não perca oportunidades;
-Atraia e mantenha talentos diversos e melhores que você para complementar seu time;
-Controle suas finanças, tenha um plano detalhado;
-Não tenha pressa para suas conquistas;
-Avalie o melhor momento de buscar investimento;
-Seja persistente e humilde.

Notícias Relacionadas