Startup catarinense quer ampliar mercado de viagens de ônibus no país com plataforma de comparação e compra online de passagens

21 de Setembro de 2017

Bruno Pagliarelli, José Almeida e Thiago Machado, sócios da BuscaOnibus, plataforma de informações, pesquisa e compra de passagens rodoviárias, com sede em Florianópolis/SC.

A dificuldade de encontrar informações sobre como viajar de ônibus pelo Brasil, pesquisar e comprar passagens online foi a motivação de um empreendedor nascido em Portugal para criar uma solução focada na experiência do viajante. Assim nasceu, há oito anos, o BuscaOnibus, a partir de uma viagem exploratória que seu fundador, José Almeida, fez de Florianópolis a Fortaleza, de rodoviária em rodoviária. 

Natural de Coimbra, e radicado em Florianópolis desde então, José Almeida - formado em Engenharia da Computação - iniciou a empresa em 2009 junto com a companheira Gabriela Guimarães, com formação na área de turismo e hotelaria. O projeto começou a ganhar estrutura em 2014, a partir do impulso dos grandes eventos esportivos que o Brasil sediou (Copa do Mundo 2014 e Olimpíadas 2016) e aqueceu o turismo interno. Foi quando entraram dois sócios - Bruno Pagliarelli, atual diretor de marketing, e Thiago Machado, diretor de tecnologia - e o negócio decolou. 

"Apenas 5% das passagens de ônibus no país são compradas online. Nosso objetivo é facilitar o processo de forma que este mercado cresça", comentou José Almeida, CEO da BuscaOnibus. Em 2016, a empresa registrou um aumento de 80% no número de visitas e a perspectiva é de fechar 2017 com crescimento de 60% - hoje, o site recebe mensalmente mais de 3,5 milhões de visitas e um total de 8 milhões de pesquisas. Com sede na Lagoa da Conceição, em Florianópolis, a BuscaOnibus conta com sete pessoas na equipe e deve abrir mais três vagas até o final do ano.

O modelo de negócio é baseado em três serviços: comissão de vendas por meio da Central de Passagens (serviço no qual conta com parceiros como ClickBus, Brasil by Bus, Guichê Virtual, Quero Passagem, BusBud e Netviagem), parceria com serviços como BlaBlaCar (compartilhamento de viagens) e a britânica Skyscanner (que permite a comparação de preços entre passagens de ônibus e avião, em trechos acima de 800km), além de publicidade nativa no site, hoje uma das principais referências online sobre compra de bilhetes rodoviários. 

Capilaridade é vantagem do mercado rodoviário
Na visão dos empreendedores, os brasileiros começam a descobrir algumas vantagens na escolha por viajar de ônibus em algumas situações: "o mercado rodoviário tem uma capilaridade muito maior do que o aéreo, e algumas facilidades, como o acesso a internet durante toda a viagem e o deslocamento a rodoviárias levar menos tempo do que a aeroportos, podem fazer a diferença em distâncias menores e também para quem viaja a negócios", argumentou Almeida.

"Nosso serviço principal, contudo, não é vender passagens, mas sim levar informações com qualidade, rapidez e credibilidade na busca de passagens online de ônibus no Brasil. Queremos ser a principal referência no país no assunto, ajudando o viajante a ter a melhor experiência possível e estimulando também mercados como turismo e viagens de negócios por meio da plataforma", detalhou Bruno Pagliarelli, diretor de Marketing da BuscaOnibus. A empresa também disponibiliza, em seu blog, dicas sobre destinos turísticos diferenciados, como viajar com segurança e informações sobre direitos dos passageiros.

Hoje, a BuscaOnibus concentra informações de trechos oferecidos por 160 viações em operação no Brasil e em países do Cone Sul (Argentina, Chile e Uruguai). A empresa está no momento focando em novas parcerias para ampliação de serviços aos usuários (trechos internacionais, comparação com passagens aéreas para trechos longos) e desenvolvimento da plataforma.

“Quanto à infraestrutura de TI, sempre desenvolvemos com o pensamento de que o BuscaOnibus possa escalonar de forma rápida. Assim, no caso de um grande aumento no número de acessos, o portal não corre o risco de sofrer interrupções no serviço, tanto para os usuários novos como para os recorrentes”, observou Thiago Machado, diretor de tecnologia. 

Saiba mais em buscaonibus.com.br.