Programa Salto Aceleradora de MEIs apresenta resultados de 2020

19 de Fevereiro de 2021

Projeto é realizado pelo Sebrae/SC e Impact Hub Floripa

No último ano, o Brasil atingiu a marca de mais de dez milhões de Microempreendedores Individuais (MEIs), o que reforça a importância de se ter iniciativas focadas no desenvolvimento desses profissionais, para estruturação e formalização dos negócios. É nesse contexto que entra o Salto Aceleradora de MEIs, programa criado pelo Sebrae/SC junto ao Impact Hub Floripa.

Realizado desde 2017, o Salto ajuda os microempreendedores que querem se desenvolver a partir de oficinas, conteúdos, mentorias e interação no desenvolvimento de uma rede de networking sólida. Assim como os negócios, na pandemia o programa também teve de se reinventar: toda a sua programação passou a ser oferecida no ambiente digital, dando a oportunidade de empreendedores de fora de Santa Catarina também participarem.

A partir do programa Cidade Empreendedora, também do Sebrae/SC, o Salto levou desenvolvimento para os empreendedores locais em Itapiranga, Maravilha, Palhoça, Florianópolis, Criciúma, Blumenau e Tubarão, além de atender presencialmente mais de 300 MEIs das cidades de Tefé e Itacoatiara, no Amazonas.

No total, a edição de 2020 atendeu 14 turmas, com cerca de 4,2 mil inscritos, 1,6 mil iniciados no programa e 685 profissionais certificados. Dentre todos os participantes, 63,4% eram mulheres, com maioria entre 30 e 39 anos (43,58%), de nível superior de escolaridade (28,8%) e experiência profissional de mais de dez anos (44,3%).

"O Salto me apresentou um mundo novo e me conectou com pessoas inspiradoras que contribuíram muito para a construção do meu negócio! Eu realmente senti que me pegaram pela mão e me conduziram. Foi uma experiência maravilhosa, de muito crescimento pessoal e profissional”, afirma Bianca Piccolli Benchimol, empreendedora na Afeto - Desenvolvimento de Famílias e participante do Salto.

Outro dado verificado na última edição foi o protagonismo do setor de varejo, com 20,23% dos profissionais no segmento, seguido do alimentício (11,77%) e de beleza (7,15%). Entre as dores apontadas por eles para participarem do programa, Vendas engloba 26% das respostas.

Quando analisado o impacto que o Salto Aceleradora de MEIs proporcionou aos participantes, confirma-se que 56% dos MEIs acelerados tiveram aumento no faturamento, somando cerca de R$ 710 mil, com média de mais R$ 1,1 mil para cada participante. O relatório também apresenta a geração de 248 novos empregos e 9,6 mil novos clientes.

Já 85% dos MEIs relatarem ter feito conexões relevantes graças ao programa, e 94% afirmam que acharam a experiência importante ou muito importante para seu processo de aceleração. "O Salto mudou a minha vida e o rumo da minha empresa. Sem falar em todas as conexões que foram geradas e a visibilidade que o meu negócio ganhou. Foi incrível cada momento, e serei eternamente grata por poder fazer parte deste projeto”, comemora Tainá Ferro Rodrigues, Representante de vendas na LabTrack - Ensino, Tecnologia e Inovação e participante do Salto.

Em uma das fases fundamentais do programa - mentoria -, foram calculadas cerca de 2,5 mil horas ao longo do programa, com média de três encontros entre mentor e microeemprendedor por uma hora cada. Esse processo do programa reforça a troca de experiências e conhecimento para o desenvolvimento do MEI e da região como um todo.

"O processo de mentoria foi extremamente valioso pois me trouxe diferentes perspectivas, as quais contribuíram para meu crescimento pessoal e profissional. Percebi muita dedicação e empenho de empreendedoras que estão abertas a aprender e aprimorar seus conhecimentos visando fortalecer seus negócios com responsabilidade e muita garra", afirma Vanderlúcia da Silva, idealizadora da Conexão ESG e mentora do Salto Aceleradora.

Como fruto, a partir da metodologia NPS - ou, Net Promoter Score -, a pergunta “de 0 a 10, o quanto você recomendaria o Salto para outra pessoa?”, teve avaliação de 92, o que evidencia o quanto os microempreendedores que participam do Salto validam a metodologia, se tornando agentes promotores do programa.

"Este programa é responsável pela conexão entre pessoas. Nele compartilhamos nossos sonhos, nossas dores e dificuldades, percebemos que não estamos sozinhos e que sempre tem alguém que pode nos ajudar de alguma forma e outro alguém a quem podemos compartilhar do que sabemos. Para mim foi muito gratificante poder fazer parte Salto. Conheci pessoas incríveis, com histórias inspiradoras! Com certeza me lembrarei para sempre dessa linda experiência! Finalizo o programa muito melhor de como o iniciei, tanto como profissionalmente como pessoalmente. O que posso dizer é que passou rápido demais! E no coração, só tem gratidão por essa oportunidade... Parabéns a todos pela iniciativa, pelo lindo trabalho, tenham certeza que através do Programa Salto Aceleradora de MEIs vocês transformam vidas! Obrigada!”, completa Evelin Cristina de Lima, empreendedora e MEI participante do Salto.

Confira o relatório completo.

Notícias Relacionadas