Prefeitura de Palhoça lança projeto para a retomada econômica e social do município

20 de Abril de 2021

Palhoça Mais Oportunidade irá trabalhar sobre os eixos Empreendedorismo e Fomento Empresarial, Recursos Humanos e Serviços Públicos

Divulgação/ SECOM

Na última segunda-feira (19) o prefeito Eduardo Freccia lançou o Palhoça Mais Oportunidade. Trata-se de um projeto destinado à retomada econômica e social do município por meio da cooperação entre as secretarias municipais e a sociedade, desenvolvido com a criação de projetos dividos por três eixos.

O primeiro - Empreendedorismo e Fomento Empresarial - tem o objetivo de fornecer aos empresários locais mecanismos que possam ajudar a impulsionar suas empresas. Esses mecanismos estão inseridos em quatro macroprojetos: Incubadora Municipal, que vai auxiliar empreendedores de startups no desenvolvimento de negócios inovadores; Cidade Empreendedora, que prevê o desenvolvimento de políticas para transformação e aprimoramento do ambiente de negócios no município, atuando em áreas como liderança, eficiência administrativa e empreendedorismo; Minha Empresa Ativa, que visa a realização de cursos de capacitação direcionados aos empresários de Palhoça sobre áreas como marketing, posicionamento de mercado, vendas digitais, gestão financeira, liderança e desenvolvimento; e Microcrédito, uma medida de estímulo econômico para enfrentamento das dificuldades provocadas pela pandemia de Covid-19 no setor produtivo. Na prática, o fundo vai garantir que microempresas, empresas de pequeno porte, microempreendedores individuais e profissionais autônomos realizem empréstimos, tendo a Prefeitura como avalista.

No segundo eixo, de Recursos Humanos, o Palhoça Mais Oportunidade vai oferecer qualificação aos profissionais, tanto para facilitar a inclusão no mercado de trabalho quanto para a promoção de novos empregos, por meio de três programas: o Sala Palhoça Mais Oportunidade de atendimento ao cidadão para informações e esclarecimentos, disponibilizando os serviços de cadastramento de currículos, divulgação e captação de vagas; o Qualifica Palhoça, que oferecerá cursos e certificações para qualificação e valorização profissional em áreas como indústria, comércio, setor de serviços e setor de transporte; e o Emprega Palhoça, uma plataforma municipal onde o empreendedor faz o cadastramento de vagas de emprego e o programa encontra os candidatos em potencial para as vagas ofertadas.

“Nós vamos fazer o acompanhamento desse processo e vamos perguntar aos empregadores por que eles escolheram o candidato A e não escolheram o candidato B. Assim, podemos qualificar o candidato B com as ferramentas do Qualifica Palhoça, e ele terá melhores condições de conquistar a próxima vaga para a qual nós iremos encaminhá-lo”, pontua a secretária de Desenvolvimento Econômico, Anna Paula Heiderscheidt.

Já o terceiro eixo - Serviços Públicos - tem a missão de trazer modernização, simplificação e otimização das ações e serviços públicos municipais. A proposta engloba os projetos: Palhoça Digital, projeto de modernização da Prefeitura, por meio da adoção de processos digitais e de novos canais de comunicação, que tem como objetivo promover a cultura digital; aumentar a segurança jurídica dos processos, a velocidade de tramitação e, principalmente, a transparência; reduzir custos e contribuir para a melhoria da mobilidade urbana; Qualifica Serviço Público, que realizará um mapeamento das competências dos servidores públicos municipais e promover a qualificação contínua desses profissionais, por meio de cursos, palestras e workshops; Simplificação da Fazenda, projeto que visa promover atendimento ágil e descomplicado aos empreendedores e contadores do município; Nota Fiscal Palhocense, que procura incentivar a população a exigir notas fiscais de serviço através de sorteio de prêmios e desconto de até 40% no IPTU; Regulariza Palhoça, que engloba os projetos "Você em Dia", que estimula e oferece aos cidadãos a possibilidade de pagamento de débitos tributários com a redução de juros e multas; Reurb, que tem por objetivo entregar escritura pública para quem ainda não tem o imóvel regularizado; e a regularização de imóveis e edificações construídos sem licenças e alvarás, que poderão ser legalizados para obtenção de habite-se, mediante termo de ajustamento de conduta; e o Investimentos em Obras Públicas, conjunto de mais de 30 obras de melhoria de infraestrutura em diversos bairros, de Norte a Sul do município, que serão lançadas ainda no primeiro semestre deste ano, contribuindo ara a mobilidade urbana da cidade.

“Palhoça vinha de oito anos de forte crescimento graças a uma administração bem planejada. Porém, a pandemia da Covid-19 desestruturou a economia mundial e, em Palhoça, não foi diferente. A pandemia vem trazendo grandes dificuldades a vários setores da economia, prejudicando o emprego e a renda de muitos palhocenses. Precisamos agir em favor da nossa gente e isso só é possível com a articulação de ações conjuntas, com parcerias e com a união de esforços”, expressou o prefeito Eduardo Freccia.

Participam da iniciativa a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, da Fazenda, de Administração, de Educação e a Procuradoria Geral da Palhoça, além das entidades: Sebrae, Inaitec, Associação Empresarial de Palhoça (Acip), Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Centro de Integração Empresa-Escola (Ciee), Instituto Federal de Santa Catarina (Ifsc), Instituto de Apoio à Inovação, Incubação e Tecnologia (Inaitec), Faculdade Municipal de Palhoça (FMP), Serviço Nacional de Emprego (Sine), Sebrae, Senac, Sesi e Sest/Senat.

Notícias Relacionadas