Publicidade
Mercado Livre anuncia expansão com parceria do Sebrae no apoio ao empreendedorismo
16 de Abril de 2024

Mercado Livre anuncia expansão com parceria do Sebrae no apoio ao empreendedorismo

Multinacional informou que fará R$ 23 bilhões em investimentos para a abertura de centros de distribuição

Publicidade

A expansão no Brasil do Mercado Livre, multinacional que atua juntamente com o Sebrae na melhoria da presença digital dos pequenos negócios por meio do marketplace, significa uma ampliação das oportunidades para empreendedores brasileiros ganharem novos mercados.

Desta forma, nesta segunda-feira (16), o presidente da entidade, Décio Lima, participou da reunião dos representantes da multinacional com o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, em Brasília. A empresa apresentou os planos para o país: investir R$ 23 milhões para a criação de três novos centros de distribuição em Brasília, Pernambuco e Porto Alegre. Além disso, serão contratados mais de 6,5 mil profissionais.

Publicidade

Por meio da parceria Se Joga no On-line, entre o Mercado Livre e o Sebrae, mais de 24 mil pequenos negócios foram capacitados – desses, 8,9 mil abriram uma loja virtual na plataforma. No total, mais de R$ 400 milhões já foram gerados em faturamento. “Os pequenos negócios fazem parte desse resultado positivo e dessa investida na ampliação do Mercado Livre. O mundo do empreendedorismo, em sua boa parte, hoje acontece no mundo virtual e o Sebrae precisa apoiar os pequenos negócios para que continuem gerando empregos, renda e oportunidade. Com certeza, é um grande avanço para o setor das micro e pequenas empresas e contribui para a melhoria da economia do país”, destacou o presidente do Sebrae, Décio Lima.

Décio, presidente do Sebrae, afirma: “Os novos centros de distribuição dinamizam a entrega, o comércio e facilita a vida para os vendedores. Entendemos que cada vez mais os pequenos negócios podem se valer do Mercado Livre”. Além da parceria com o Mercado Livre, a instituição tem se juntado a outras grandes empresas para estimular o marketplace, como a Amazon, o Magazine Luiza, entre outras. “Nosso objetivo é fazer com que os pequenos varejistas possam escolher qual empresa melhor atende as expectativas e se adequa ao modelo de negócio dele”, ele complementa.

O CEO da empresa no Brasil, Fernando Yunes, afirmou que o país representa cerca de 52% da receita líquida total do negócio na América Latina. Além disso, o aporte de R$ 23 bilhões em investimentos indica a confiança no potencial de desenvolvimento do Brasil.

“O Mercado Livre é uma plataforma de vendas, com 3 milhões e 300 mil vendedores por ano, e tem uma fintech, que é o Mercado Pago. Então acaba sendo um motor de empreendedorismo e formalização. Foram mais de 200 mil CNPJs abertos nos últimos 2 anos de vendedores e hoje mais de 1 milhão de famílias vivem tendo como sua principal renda o Mercado Livre”, afirmou Yunes.

Capacitação

O “Se Joga no Online” ainda está disponível e oferece a trilha “Entendendo o negócio”, com dicas para começar no projeto de empreendedorismo. Entre os conteúdos disponíveis, os donos de pequenos negócios e potenciais empresários vão encontrar orientações sobre como elaborar um plano de negócio, dicas para definir entre loja física ou virtual, mais de 300 ideias de negócio para começar a empreender e informações sobre quais são os primeiros passos para abrir um negócio. Já na trilha “Formalizando o negócio”, o canal traz informações para entender a importância de formalizar e registrar o negócio, um passo a passo para se tornar um MEI e um Guia Prático para formalização da empresa.

 

Publicidade
Publicidade