Instituto Rede Mulher Empreendedora e Visa lançam projeto de capacitação a mulheres negras

25 de Fevereiro de 2021

"Elas prosperam" vai apoiar sessenta empreendedoras na conquista da renda e da independência financeira

O Instituto Rede Mulher Empreendedora (RME) anuncia a segunda edição do programa Elas Prosperam, iniciativa apoiada pela Visa que tem como objetivo ajudar no desenvolvimento dos negócios de mulheres empreendedoras autodeclaradas negras de todo o Brasil. Poderão participar mulheres com negócios formalizados ou não, de qualquer área de atuação. As inscrições acontecem a partir da próxima segunda-feira (1/3) e seguem até o dia 21 de março, por meio do site.

"Poder fazer a diferença na história profissional das mulheres ao lado de um parceiro tão fantástico como a Visa é engrandecedor. Espero que no futuro possamos ter cada vez mais o apoio de empresas deste porte para amplificar nosso trabalho e ajudar a trazer mais independência financeira para as mulheres", comenta a fundadora da Rede Mulher Empreendedora e presidente do Instituto IRME, Ana Fontes.

Nesse ano, o programa oferece sessenta vagas, e por quatro semanas irá atender as participantes através de capacitações sobre fortalecimento de competências socioemocionais, finanças e transformação digital, por exemplo. Dessas, serão selecionadas dez, que terão acompanhamento de agentes do RME e da Visa, para ajudar a alavancar seus negócios. No final, três serão contempladas com prêmio de R$ 10 mil cada, para investirem em suas próprias empresas.

Para a diretora da Rede Mulher Empreendedora, Célia Kano, a pandemia mostrou que a transformação digital é um aspecto chave para os negócios superarem esse momento tão difícil, mas o projeto vai além na busca por inclusão. "O Elas Prosperam se destaca em se dedicar ao atendimento de mulheres negras, pois sabemos que este público tem baixa representatividade em programas de aceleração e a RME quer colaborar na criação de um ecossistema empreendedor mais diverso", finaliza a executiva.

 

 

Foto do topo de Christina Morillo no Pexels.

Notícias Relacionadas