Escolas bilíngues e internacionais – Modismo ou necessidade?

20 de Setembro de 2021

por Elza Giostri

 

Parece estar na moda. Tenho visto com frequência escolas se intitularem bilíngues e internacionais. É importante ter cuidado! Nem todas oferecem o verdadeiro ensino bilíngue e nem todas entregam o que parece. Será que realmente conhecemos as diversas modalidades de bilinguismo? Nós, pais, sabemos o que define uma escola como Internacional?

Muita nomenclatura, muito título, mas é preciso estar alerta. Compartilho aqui com vocês alguns pontos importantes sobre essas duas modalidades no ensino.

 

Sobre escolas bilíngues

Se procuramos por uma escola bilíngue, que dê ao nosso filho um histórico escolar bilíngue e que garanta a ele o aprendizado do programa oficial brasileiro em dois idiomas, então, ao visitar a escola, devemos perguntar algumas coisas:

●    O ambiente da sala de aula regular é bilíngue para todos os estudantes durante o horário regular? Ou o segundo idioma é opcional apenas para quem contratar no período oposto ao regular?

●    Os professores que ministram matemática, ciências, estudos sociais em inglês, possuem formação nessas áreas de saber também, ou apenas no segundo idioma?

●    O histórico escolar do meu filho será um histórico bilíngue em diversas disciplinas ou apenas apresentará uma carga horária mais reforçada do segundo idioma?

 

Existem muitas modalidades de ensino bilíngue. As três principais que se apresentam hoje no Brasil são:

1.   Fortalecimento do ensino do segundo idioma com acréscimo de carga horária – o segundo idioma é tratado como segunda língua sem comprometimento com a linguagem acadêmica. Similar ao realizado nas escolas de idiomas.

2.   A escola oferece um currículo opcional no segundo idioma, porém o foco não é no conteúdo e sim na língua. Nesses casos, o histórico regular do estudante é independente do certificado do currículo opcional que pode ser interrompido a qualquer momento e os professores precisam apenas ter a formação no idioma.

3.   Currículo integrado - único para os dois idiomas - O currículo oficial da escola é ministrado em dois idiomas. Os professores que ministram as disciplinas na segunda língua possuem formação também nas disciplinas que ministram. Em geral, as escolas que adotam essa terceira opção entregam um histórico escolar único e bilíngue e possuem uma característica internacional por meio de certificação para toda a educação básica.

 

Sobre escolas internacionais

Muitas escolas oferecem pacotes adicionais após o programa regular para que o estudante participe de seu programa internacional. É preciso estar atento!

Qual é o órgão certificador desse programa? A escola está apenas fazendo uso de nomenclaturas conhecidas ou realmente é certificada? Que tipo de programa internacional seu filho irá seguir? É um programa de referência? Como é realizado o acompanhamento? Como é realizada a formação dos professores?

Se estamos insatisfeitos com restaurantes, supermercados, modelo de automóvel ou fornecedor de alimentos, trocamos. Quando se trata da educação dos filhos, em geral, subestimamos a capacidade das crianças de adaptação a novos ambientes, escolhemos a escola pelos amigos e não levamos em conta a proposta pedagógica e a formação para o futuro. Acreditamos que aquilo que foi bom para nossos avós e pais será bom para nossos filhos.

2020 nos mostrou que mais do mesmo só faz com que não estejamos preparados para esse mundo líquido da contemporaneidade. De uma hora para outra foi necessário que todos nós nos reinventássemos.

Então… investigue! Procure uma escola aberta. Nenhuma escola é perfeita, no entanto a diferença está em como a escola trata os problemas e como ela se renova e inova constantemente.
Procure uma escola que olhe para o futuro, pois é lá que nosso filho colocará em prática o que desenvolveu durante a vida estudantil.


*Elza Giostri, diretora da Coree International School

Notícias Relacionadas