Publicidade
 E-commerce na Páscoa: Nubimetrics releva tendências de consumo em 2024
28 de Março de 2024

 E-commerce na Páscoa: Nubimetrics releva tendências de consumo em 2024

A venda de chocolates este ano deve apresentar alta de 4,5% em comparação com 2023

Publicidade
Twitter Whatsapp Facebook

A Páscoa de 2024 se aproxima, assim como a oportunidade de impulsionar a rentabilidade e a presença dos negócios on-line.

No varejo, de acordo com a Associação Paulista de Supermercados (Apas), a venda de chocolates este ano deve apresentar alta de 4,5% em comparação com 2023. O aumento na demanda também deve se refletir no e-commerce.

Publicidade

Segundo a Nubimetrics, plataforma que fornece sellers com dados inteligentes, os ovos de Páscoa lideram a lista de desejos dos consumidores no marketplace. Oferecidos em diversos tamanhos, decorações e recheios, o item mais tradicional do período encanta crianças e adultos, e registra seu pico de demanda em março e abril, especialmente nos dias que antecedem a celebração.

Outra boa opção para os vendedores são os produtos para fabricação artesanal. As buscas por palavras-chave como “barra de chocolate 2 kg” e “barra de chocolate 1 kg” dispararam em popularidade, figurando entre as mais pesquisadas da categoria no mês de março. Esse aumento demonstra o interesse crescente dos consumidores por artigos para produção caseira.

Para muitos brasileiros a data representa a chance de reforçar o orçamento e gerar renda extra. Essa tendência impulsiona a procura por materiais e elementos para produção, abrindo novas possibilidades de investimento para os vendedores e ampliação do mix de produtos.

Em 2023, os chocolates foram um dos itens com maior busca no período. Outros doces como bolos, trufas e brigadeiros também são destaques nas buscas on-line. Nesse contexto, a Nubimetrics aponta as pastas saborizantes como uma oportunidade para a data. Usadas para dar cor e sabor a massas e recheios, esses artigos têm pouca concorrência e vêm apresentando crescimento nas vendas no marketplace. As pastas saborizantes de pistache estão entre as preferidas e lideram as buscas.

“Assim como o varejo em lojas físicas, o e-commerce também deve ser aquecido pela Páscoa. Um dos grandes destaques e público a ser conquistado é o de profissionais que artesanalmente produzem e vendem chocolates. Essas pessoas têm potencial para concretizar um volume de compras alto. Vantagens como frete grátis, descontos na aquisição de mais de um produto e a variedade de opções de componentes que são partes da produção, como os saborizantes e até mesmo as embalagens, são diferenciais nas vendas”, revela Juliana Vital, Global Chief Revenue Officer na Nubimetrics.

Foto: Freepik

Publicidade