Capital Empreendedor | Sebrae/SC lança 3ª edição de projeto que conecta startups a investidores

28 de Abril de 2021

Projeto prepara empresários para os processos que envolvem o investimento de risco e os critérios de decisão dos investidores

Com o objetivo de conectar investidores a startups, o Sebrae SC lança no dia 11 de maio, às 16h, a 3ª edição do Projeto Capital Empreendedor. Os interessados em acompanhar o lançamento devem se inscrever aqui.

O intuito do programa é preparar os empresários para os processos que envolvem o investimento de risco e os critérios de decisão dos investidores.

Investimento de risco

Essa é uma das formas que os empresários têm de captar recursos para colocar em prática os planos e projetos inovadores em longo prazo das empresas.

Nessa forma de financiamento, um investidor ou um fundo de risco emprega recursos no negócio em troca de participação societária, geralmente minoritária, de uma empresa de capital fechado. Esse aporte pode ocorrer tanto em negócios que estão começando, quanto nos mais consolidados, que já possuem uma grande operação, mas precisam de recursos para continuar crescendo.

Entre as principais atividades estão a preparação prática dos empreendedores sobre investimento de risco, mentoria de negócios, mentoria comportamental, mentoria jurídica e de governança e a rodada de negócios com investidores por meio do circuito de investimentos.

“Participando do projeto, a empresa aprende a entender a lógica do investimento de risco, conhecer os principais processos e critérios de decisão dos investidores de risco e se aproximar de investidores que a tese de investimento esteja alinhada com o propósito da empresa”, afirma o gestor do projeto no Sebrae/SC, Roberto Tavares.

Seleção

Serão selecionadas 35 empresas para o Projeto Capital Empreendedor, no período de 11 a 26 de maio.  Elas participarão do workshop de empreendedores, em que os investidores e mentores escolherão dez empresas que passam para a segunda fase, entre os meses de agosto a outubro, em que receberão uma mentoria de negócios e de comportamento. Essas dez empresas terão contato mais aproximado com os investidores, sendo selecionadas quatro empresas que participarão de um circuito de investidores em São Paulo, no mês de novembro.