ARTIGO | A educação salva

19 de Maio de 2020

Se uma pessoa quer crescer na vida profissional, precisa se educar. Se quer ser mais crítico, precisa se educar.

Foto: Renato Gama

 

por Ana Paula Calaes*

Em tempos de crise a educação é uma arma poderosa. É através dela que um profissional se torna relevante, com oportunidades de emprego e melhoria na sua qualidade de vida e na de todos que o rodeiam.

Fato é que uma pessoa preparada passa melhor por períodos de crise, tanto pelo seu conhecimento aplicado no dia a dia, quanto por estar diferenciada em um contexto de recessão, tornando-a mais atrativa para oportunidades profissionais.

Mesmo com a alteração no formato do estudo, que passou de presencial para on-line nesse período de distanciamento social, as pessoas que entendem que a continuidade do investimento em educação é o que as movem para um futuro melhor, são as que mais preparadas estarão para enfrentar um momento de crise. É continuar a plantar hoje para colher lá na frente, no amanhã.

A realidade é que nenhuma grande transformação acontece sem educação. Se uma pessoa quer crescer na vida profissional, precisa se educar. Se quer ser mais crítico, precisa se educar. Se quer se diferenciar para conquistar um emprego, precisa se educar. Esta é a única certeza que vamos alcançar melhores condições futuras, individuais e coletivas.

Uma pesquisa realizada pelo economista Marcelo Néri, da Fundação Getúlio Vargas, mostra como o estudo implica diretamente na renda dos brasileiros. Os dados apontam que, com até quatro anos de estudo, o salário do trabalhador brasileiro cresce, em média por ano de estudo, algo em torno de 11,6%. Mas, se o número de anos de estudo crescer, de 14 a 18 anos, o impacto será cerca de 35,6% por ano de estudo. De acordo com o economista, a educação é ainda o fator mais importante para a composição dos rendimentos dos brasileiros.

Por fim, são diversas as transformações que a educação pode causar no mundo e, mesmo que uma pessoa não faça uma mudança global, ela poderá mudar o seu próprio mundo e o de todos que a cercam!

Ana Paula Calaes, empreendedora e pedagoga

Notícias Relacionadas