ACATE lança programa de apoio ao desenvolvimento de startups em fase inicial

05 de Agosto de 2019

Iniciativa visa auxiliar startups de base tecnológica em fase de ideação a desenvolver seus modelos de negócio e alcançarem maiores níveis de maturidade

A Associação Catarinense de Tecnologia (ACATE) lança, a partir deste mês de agosto, o programa estratégico: StartLab. Através da metodologia ACATE de desenvolvimento do empreendedor e da startup, as empresas terão acesso à rede de mentores ACATE, além de isenção de mensalidade durante o programa. Para participar, as empresas precisam ser associadas à entidade ou estarem em processo de associação. As inscrições devem ser feitas neste link.

Localizado no CIA Sapiens Parque, o StartLab abrigará, além de startups em fase inicial, times de inovação de grandes empresas que já reconhecem a importância de integrar o ecossistema de inovação para sua contínua atualização. “O programa surge a partir do entendimento de que o dia a dia em um ambiente inspirador e de novas conexões é extremamente benéfico para startups em fase inicial, que precisam de apoio e metodologia para desenvolver seus negócios. Também é vantajoso para times de inovação, que podem sair do ambiente mais formal das empresas e ter a oportunidade de desenvolver novos projetos em um ambiente propício à criatividade”, esclarece o diretor executivo da ACATE, Gabriel Sant’Anna.

De modo totalmente colaborativo, o ambiente favorece as equipes de inovação de grandes empresas por promover uma imersão nesta cultura, além da oportunidade de atuarem como protagonistas do ecossistema na busca por inovação e ganharem ainda mais visibilidade. “Tudo isso além dos demais benefícios dos quais associados à ACATE podem usufruir, como acesso a todos os demais programas estratégicos (Verticais de Negócio, MIDITEC e LinkLab), eventos de networking, rede de investidores etc.”, finaliza Gabriel.

O StartLab integra os Programas Estratégicos da ACATE, desenvolvidos para atender às principais demandas do setor de tecnologia em Santa Catarina, buscando gerar conexões, apoiar novos negócios e debater temas de interesse dos associados, para, como objetivo final, fortalecer o ecossistema de tecnologia e inovação do Estado.