10ª edição do anuário ArqSC é lançada em Florianópolis com o conceito 'Transbordar'

23 de Maio de 2018
Simone Bobsin, jornalista que assina o anuário, e equipe que participou do processo criativo do ArqSC 2018. Foto: Willian Crippa

Transbordar além das páginas, ir além, extrapolar a experiência do conteúdo nas plataformas impressa, online e física. Era o que sentia, como intenção de novo fôlego e propósito, a jornalista Simone Bobsin. Em tempos como os de hoje - onde muitas editoras fecham as portas - ressignificar-se era mais assertivo e verdadeiro. A partir deste cenário, há pouco mais de um ano, a publisher convidou profissionais da arquitetura e arte para colaborar com seu processo criativo. Estava em pauta a 10ª edição comemorativa do anuário ArqSC.

A publicação, ao longo de uma década, não só apresenta conceitos por meio de projeto, mas documenta e resguarda em suas páginas um recorte da memória e da produção arquitetônica catarinense. Assim segue revigorado o Anuário ArqSC assumidamente transbordando os campos do conhecimento ao fazer pontes entre arte, arquitetura, design.

“Repensar o contexto e os movimentos que vivemos faz parte da trajetória da publicação. Por isso, fazemos aquilo que ainda acreditamos ser verdadeiro. Temos que fazer da experiência um caminho para evolução e descobrir novas práticas editoriais - sejam impressas, no digital e até presenciais, para que tenhamos maior relevância neste mercado em profunda ressignificação”, ressaltou Simone.

O lançamento para profissionais do setor - arquitetura, design -, parceiros e formadores de opinião será no próximo sábado, 26 de maio, às 10h30, na Natuzzi Florianópolis, no SC-401 Square Corporate, em Florianópolis. 

Arquitetura e Arte
Quem acompanha o ArqSC sabe que a arte e a arquitetura têm uma relação intrínseca. Tal conexão sempre ganhou notórias páginas, aproximando ainda mais estes dois públicos que têm papeis transformadores na construção de uma sociedade. E nesta edição não poderia ser diferente: a arte também transborda e além de marcar presença no conteúdo editorial, ela veste a revista. A artista plástica Juliana Hoffmann emprestou a sua obra, que foi impressa em uma sobrecapa - para abraçar a publicação.

​Da cena artística o anuário traz uma retrospectiva sobre os 70 anos do Museu de Arte de Santa Catarina (MASC), com texto exclusivo assinado pelo curador da instituição Josué Mattos, e uma matéria do novo Centro Cultural que Florianópolis irá ganhar em breve.

Na parte de arquitetura e interiores 42 projetos estampam as páginas e ainda uma entrevista com Yamandú Carlevaro, arquiteto uruguaio que fincou suas raízes na Capital Catarinense e influenciou toda uma geração de profissionais. E mais leitura sobre o design com seus novos paradigmas e o impacto no urbano provocado pelos movimentos coletivos.

"Vamos transbordar também estendendo o conteúdo em eventos, palestras, numa programação que logo será anunciada. Dando continuidade aos assuntos, rodas de conversa e expansão do pensamento", avisou Simone, que também assina a curadoria de conteúdo do Portal ArqSC.

O ArqSC tem periodicidade anual e é dirigido a um público diverso. Com 176 páginas, o anuário será  comercializado em bancas, livrarias por R$ 20 e estará disponível no meio digital. A publicação ainda será distribuída a um mailing específico da área de arquitetura, urbanismo e afins.
​ 

 

Lançamento 10ª edição do Anuário ArqSC - Transborda
Data: 26 de maio
Horário: a partir das 10h30
Local: Natuzzi - SC 401 Square Corporate
Valor: R$20,00 o anuário ArqSC

Centro Cultural Veras - imagem Gabriella Ornaghi Arquitetura e Paisagem
Centro Cultural Veras - imagem Gabriella Ornaghi Arquitetura e Paisagem

Notícias Relacionadas