Stella Artois altera nome para Isabella Artois

08 de Março de 2019

Criação é da Crispin Porter+Bogusky Brasil

Em ação especial ao Dia Internacional da Mulher, a cerveja Stella Artois altera seu nome - pela primeira vez em mais de 600 anos - para Isabella Artois. Com criação pela Crispin Porter+Bogusky Brasil, a campanha ocorre durante todo o mês de março, em uma edição especial e também por meio das redes sociais.

Isabella se tornou CEO da cervejaria em 1726, após o falecimento do marido, e segundo a empresa, "foi um pilar fundamental na construção da história da cervejaria".

Para iniciar um movimento de reconhecimento às mulheres inspiradoras de todo o mundo, a Stella Artois convida o público a trocar seus nomes nas redes sociais pelo de mulheres que consideram inspiradoras, através de posts com a hashtag #elainspira.

De acordo com a diretora de marketing de Stella Artois, Bruna Buás - "O protagonismo de Isabella foi essencial para que Stella Artois chegasse onde está hoje. Ela influenciou uma sociedade ao tornar-se CEO da cervejaria antes mesmo que esse cargo existisse, conquistando um espaço nunca antes imaginado por uma mulher. Por isso, nada mais justo que aproveitarmos a data para reconhecê-la e também outras grandes figuras femininas".

Para a diretora geral de atendimento da CP+B Brasil, Renata Wirthmann - "Se já não é fácil para as mulheres conquistarem seu espaço hoje, imagine o que a Isabella enfrentou em 1726? A ideia de mudar o nome de Stella surgiu para reconhecer seu pioneirismo e criar um movimento que inspirasse outras mulheres com a sua força e coragem".

Confira o filme que apresenta a ação: