Catarinenses lançam site que funciona como mercado de trabalho para redatores

23 de Fevereiro de 2017

Site criado por casal funciona como um Tinder do mercado jornalístico: a empresa indica a linha, o formato e o valor que está disposto a pagar por um texto e recebe o trabalho feito pelas mãos do profissional que se encaixa no perfil escolhido.

Revolucionando o mercado a partir de uma visão de "relações de trabalho colaborativas", o software criado pelos sócios Maria Helena e Juliano Franco Duarte  revela oportunidades para redatores e jornalistas que trabalham com produção de conteúdo.

Logo ao acessar o site, o visitante se depara com duas das principais informações do negócio: a partir da divisão da página entre "sou redator" e "procuro texto", o usuário já percebe que ali poderá resolver o seu problema.

Para ficar mais claro, basicamente o Meu Redator funciona como um Tinder do mercado de criação de conteúdo: a empresa indica a linha, o formato e o valor que está disposto a pagar por um texto e recebe o trabalho feito pelas mãos do profissional que se encaixa no perfil do trabalho. O custo varia de acordo com a complexidade do Brief.
 

Como garantir qualidade
Para receber a demanda, o redator que busca novas oportunidades faz um cadastro composto por informações pessoais e profissionais, mas isso não é tudo. Para verificar a veracidade de suas habilidades, o Meu Redator exige que o candidato passe por uma qualificação - um teste de aprovação de escrita diante de um tema escolhido.

"Interessante dizer que o negócio vem dando tão certo, que mesmo estando em funcionamento apenas desde junho de 2016, o site já possui uma grande quantidade de redatores cadastrados. É o dado que mostra claramente a força do mercado para os redatores freelancer", comemora Juliano Duarte, um dos fundadores da empresa.

 

Atendendo a demanda de criação
Mas como administrar a adequação de tantos profissionais com a crescente demanda das empresas por conteúdo? Como um dos grandes objetivos do Meu Redator é oferecer um serviço personalizado, as empresas que buscam textos têm suas demandas satisfeitas por profissionais aprovados na linha do conteúdo desejado. Isto dá garantia de que a empresa seja atendida por uma equipe especializada. "Para dar conta de tudo isso, nossa rede é composta por profissionais de diversas áreas, como jornalistas, designers gráficos e pesquisadores, que têm a responsabilidade de criar artigos para blogs, conteúdos para sites e redes sociais, e-books e materiais impressos", conta Maria Helena, sócia da empresa.
 

Como surgiu
A ideia do negócio surgiu a partir da percepção que os jovens empresários tiveram do aumento da necessidade do mercado em contratar redatores de conteúdo para seus blogs. "Observando essas necessidades e também a dificuldade em escolher o melhor redator disponível no mercado, criamos a plataforma pensando principalmente em tornar mais ágil a relação entre empresa e redator, permitindo a este último escolher sobre qual tipo de conteúdo gostaria de escrever, considerando seu know how", revela Juliano.
 

Oportunidades
Juliano deixou a carreira em agência de publicidade para abrir o negócio. Ele diz que o marketing de conteúdo, serviço oferecido pelo Meu Redator, é um esforço do marketing que traz resultados a longo prazo, portanto, necessita de um trabalho contínuo das empresas, alimentando a sua produção de conteúdo com comprometimento e qualidade. "Uma produção de conteúdo bem feita aumenta em até 4x os acessos de um site", diz o empresário.

Maria Helena, que é mestra em Linguística e viciada em revisão textual, diz que as empresas têm entendido a importância de ter conteúdo de qualidade em suas redes sociais. "O que oferecemos é uma facilidade para ajudar na falta de tempo que as empresas tem para se dedicar à produção de bons textos. Daí a crescente procura por redatores competentes e confiáveis", explica Maria Helena.

Para saber mais acesse http://meuredator.com.br/beta/

Site para redatores freelancers