SÉRIE "Os desafios e o legado da pandemia", por Déborah Almada, vice-presidente da Associação Catarinense de Imprensa

09 de Novembro de 2020

Pandemia fortalece papel da imprensa

 

Virou chavão começar artigos de opinião dizendo que determinado setor sofre intensamente os efeitos da pandemia do novo coronavírus. Mas é fato! Na imprensa, comentaristas, editores e, principalmente, repórteres de rua, equipes e fotógrafos se expõem a riscos desde meados de março para manter a sociedade bem informada – sobre a própria doença e sobre os inúmeros outros fatos que movimentam Santa Catarina, o Brasil e o mundo.

Esse trabalho vem sendo valorizado pela população. Apesar de ataques injustificáveis e de uma propensão de parte da sociedade em desacreditar as informações de jornais, rádios, TV e internet, a imensa maioria dos brasileiros compreendeu o papel vital desempenhado pelo bom jornalismo nos últimos meses. O momento é crítico, com crescimento da disseminação de notícias mentirosas e a aparente desvalorização da ideia de verdade. Mas os jornalistas não podem esquecer o papel fundamental da sua atuação.

Em paralelo, a digitalização da sociedade acelerou ainda mais um processo já em andamento há tempos e que exige de todos novas formas de atuação. A Associação Catarinense de Imprensa (ACI) – Casa do Jornalista já estava atenta a esse movimento. Em plena pandemia, apesar de todas as dificuldades, a entidade concluiu a primeira turma do CocreationLab ACI. A iniciativa, desenvolvida com o fundamental apoio do Sebrae de Santa Catarina, busca impulsionar profissionais de comunicação que tenham interesse em desenvolver um negócio próprio na economia criativa.

Foi em meio à pandemia, com atividades on line, que o primeiro grupo de participantes do laboratório de ideias inovadoras apresentou o resultado dos cinco meses de trabalho. Projetos criativos, inovadores, com grande potencial, foram remodelados, ajustados, melhorados e validados com apoio de especialistas em áreas tão distintas quando o design, o marketing, o planejamento comercial, entre outras.

O ano de 2021 por certo ainda trará grandes desafios para toda a sociedade. A experiência trágica da pandemia, porém, nos mostra que a imprensa se mantém um elemento fundamental. Além disso, com o sucesso da primeira turma do CocreationLab ACI, percebemos que a criatividade e a dedicação dos profissionais da comunicação devem ser incentivadas para que surjam novos negócios, geradores de oportunidade e crescimento profissional para jornalistas, publicitários, designers, produtores de conteúdo, artistas gráficos e tantos outros profissionais do segmento.

Notícias Relacionadas