Reuters aposta na assinatura digital de seus conteúdos

16 de Abril de 2021

Iniciativa tem como objetivo garantir receita em meio à concorrência da publicidade online

Lutando com plataformas como Facebook, Google e Amazon.com pela publicidade online, veículos de comunicação estão apostando nas assinaturas digitais como forma de garantir receita para seus conteúdos. É o caso da britânica Reuters.

A maior agência de notícias do mundo está inaugurando uma versão reformulada de seu site e anuncia que passará a cobrar pelo acesso ao novo portal, que cobrirá negócios globais, mercados e notícias gerais. Segundo o New York Times, a Reuters.com terá o valor mensal de US$ 34,99 - mesmo preço de uma assinatura da Bloomberg.com e US$ 4 a menos do que o Wall Street Journal cobra. A empresa planeja ainda organizar eventos ao vivo e publicar boletins informativos, somente para assinantes, sobre a indústria automotiva e o setor de energia, entre outras mudanças.

O anúncio de início da cobrança surge dias depois que a companhia nomeou Alessandra Galloni como sua nova editora-chefe, primeira mulher a ocupar o cargo nos 170 anos de história do serviço de notícias.

Notícias Relacionadas