NSC Comunicação conquista duas categorias do Prêmio Acif de Jornalismo

13 de Novembro de 2018

Diorgenes Pandini, fotografia, e Joana Caldas, webjornalismo, foram reconhecidos na noite da última terça-feira, dia 13

Foto: Divulgação

O fotojornalista do Diário Catarinense, Diorgenes Pandini, e a jornalista Joana Caldas, do G1, venceram duas categorias do 8º Prêmio Acif de Jornalismo: fotografia e webjornalismo. A entrega da prêmiação, que teve como tema "Economia Criativa" aconteceu na noite da última terça-feira, dia 13, em Florianópolis.

Pandini foi reconhecido pelo trabalho publicado na reportagem “Negócios conectados com o futuro”. Para o fotojornalista, Pandini - "É bom ser reconhecido e ter o seu trabalho sendo visto e avaliado por outras pessoas. Eu me sinto muito honrado em representar a NSC e também receber esse prêmio da Associação Comercial de Florianópolis. É além do reconhecimento, porque é muito legal ver uma associação empresarial valorizando os jornalistas profissionais e dando suporte para que a gente sempre tente fazer um trabalho cada vez melhor".

A foto que rendeu o prêmio ao fotógrafo ilustra a versão impressa da matéria “SC tem o terceiro maior número de startups com tecnologia emergente”. O fotógrafo trabalha na NSC Comunicação há sete anos e ganhou, também, o prêmio Fatma de Jornalismo em 2017. Com atuação multimídia, o jornalista participou da cobertura da Copa da Rússia neste ano.

Já Joana Caldas, venceu a categoria webjornalismo com a matéria “Jogos feitos em SC miram mercado global” com veiculção no G1. Para Caldas - "Achei muito gratificante fazer essa reportagem dos jogos eletrônicos. É interessante trazer para o público a produção em Santa Catarina. Muitos leitores desconhecem a indústria tecnológica no Estado, que é muito forte".