Novas Diretorias da ACI | Rafael Almeida, Diretoria de Eventos

03 de Dezembro de 2020

Criação de eventos de formação profissional e incremento de inovação aos eventos

 

Em meados de novembro,  foi realizada na sede da ACI-Associação Catarinense de Imprensa, em Florianópolis, a eleição da nova diretoria para o triênio 2020-2023. Na ocasião foi comunicada a composição da Diretoria Executiva pelos jornalistas Marcos Bedin, Lucia Helena Vieira, Denise Christians, Rafael Martini, Fabrício Rodrigues e Paulo Roberto Festinha. A presidência está a cargo da jornalista Deborah Almada.Este portal vem publicando uma série com conteúdos produzidos juntamente com os responsáveis pelas novas diretorias criadas nesta gestão e que têm conexão com a Comunidade AcontecendoAqui.

Hoje, nossa  conversa é com o jornalista Rafael Almeida, sócio da Koi Comunicação, responsável pela Diretoria de Eventos. 

Qual a importância da ACI, Casa do Jornalista para o ecossistema da Comunicação Catarinense?

Entendo que a ACI é uma instituição de grande representatividade em nosso Estado e, inclusive, fora dele. Além de estreitar os elos entre as personalidades da imprensa catarinense, tem buscado colaborar com a nova geração de jornalistas e com o empreendedorismo. Nesses tempos em que vivemos, tem ficado cada vez mais necessária,  inclusive ao defender e proteger a liberdade de imprensa, prestando grande serviço aos veículos e aos profissionais de comunicação.

Quais são as missões da sua diretoria?

Trabalhar com conjunto com outras diretorias, entendendo este novo momento que estamos vivendo. Fazer com que os eventos sejam um impulsionador de negócios, qualificação, socialização e entretenimento. Tudo isso alinhado às premissas da nova gestão, que já em sua estreia mostrou suas prioridades para a entidade, enaltecendo sua importância nesses 88 anos de história.

Quais são seus planos? O que tens em mente implementar nessa gestão?

Em primeiro lugar, incluir os eventos no processo de modernização que se inicia na ACI. Pretendo criar eventos de formação profissional, além de trazer inovação aos eventos que já estão no calendário da Casa do Jornalista. A ideia é fazer com que essas iniciativas sejam atrativas e gerem receitas, ajudando assim na sustentabilidade da casa.  

Eventos e Casa do Jornalista. Qual sua ideia para eles?

Gostaria de mencionar que vamos trabalhar para manter os eventos da casa que são tradicionais e estão no calendário dos profissionais da área. Entretanto, em tempos de pandemia, precisamos de um olhar mais humanizado onde tudo deve ser repensado. Estou confiante de que estaremos juntos e teremos boas notícias em breve! Estamos unidos para continuar o legado da casa, fortalecendo essa área tão importante para a sociedade em todas as esferas.

Notícias Relacionadas