Novas Diretorias da ACI - Lúcia Helena Vieira, segunda vice-presidente

07 de Dezembro de 2020

É preciso que os profissionais da Comunicação se juntem a nós, participem e se envolvam com as causas que são de todos nós.

Foto Daniel Conzi

 

O AcontecendoAqui encerra hoje a série de publicações com entrevistas realizadas com jornalistas que assumiram diretorias criadas nesta gestão da ACI e que têm conexão com a Comunidade AcontecendoAqui. Você encontrará essas entrevistas no rodapé desta que publicamos a seguir feita com a jornalista Lúcia Helena Vieira, Segunda Vice-Presidente da Associação Catarinense de Imprensa/ACI.

Qual a importância da ACI, Casa do Jornalista, na sua visão?

A ACI é uma entidade com quase 90 anos de história. Ao longo de todo esse período conquistou o respeito da sociedade e das instituições e isso se deve principalmente aos dirigentes que se sucederam, pela postura firme e independente que adotaram na defesa da democracia, da liberdade de expressão e dos profissionais de comunicação.   Essa credibilidade, que foi construída e se consolida a cada gestão, faz com que a ACI seja o principal agente que congrega e agrega os profissionais de comunicação de Santa Catarina. Mas, além disso, é uma voz respeitada e ouvida tanto pelo Poder Público de modo geral, como pelo mercado e pela sociedade. Muitas conquistas foram alcançadas por isso.

Cite as principais ações que a ACI tem se engajado.

O que somos hoje devemos a tudo que foi construído por nossos antecessores. Quero dizer com isso que se hoje estamos num patamar que nos permite atuar mais diretamente junto aos profissionais de comunicação, com ações concretas, é porque já partimos de um alicerce sólido. Nos últimos 15 anos, com muita luta e a obstinação de um grupo liderado pelo nosso ex-presidente Ademir Arnon, conquistamos uma sede própria para a ACI, que está nos permitindo desenvolver e realizar diversos projetos, como o Cocreation Lab ACI, uma pré-incubadora na área da Comunicação, que incentiva e apoia o empreendedorismo e a inovação. Nesta gestão a ACI vai priorizar projetos nessa linha, capazes de fomentar novas possibilidades para o exercício das atividades profissionais da área, num mercado que vem passando por grandes transformações. Ao lado disso, e tão importante quanto, a ACI está voltada à defesa do jornalismo profissional e à valorização dos jornalistas, tão atacados e desmerecidos ultimamente.

Na gestão passada foram dados os primeiros passos nesse sentido...

Exatamente. Na gestão passada começamos a pensar na ACI que queremos para fazer frente a todas essas transformações por que passa o mercado jornalístico. Assim, firmamos uma parceria com o Sebrae para a elaboração de um planejamento estratégico e também a parceria com o Cocreation Lab para a realização de uma edição exclusivamente voltada à área da Comunicação, que foi realizada com grande sucesso. Pretendemos fazer outras edições, em outras regiões do Estado. Nesta gestão vamos continuar com esse foco e investir em outras iniciativas para capacitação e fomento da inovação e do empreendedorismo. Além disso, também vamos promover o debate sobre a importância do Jornalismo profissional e o papel do jornalista nos dias atuais. Acredito que isso nos dará instrumentos para desenvolvermos ações e campanhas de valorização da imprensa séria, responsável e ética.

Quais são as missões definidas para as vice-presidências?

As vice-presidências não têm uma missão específica. Elas funcionam mais como uma retaguarda ao trabalho da presidência, que é intenso, e podem assumir projetos e/ou tarefas pontuais delegadas pela presidente.Com certeza vamos atuar como suporte e apoio onde for necessário.

  
O que tens em mente implementar nessa gestão?

O norte das nossas ações será dado pela presidência, mas pretendo colaborar com a modernização dos processos internos da ACI, com a informatização e com a criação de canais de comunicação mais ágeis e eficientes com os associados. Isso também vai ajudar a melhorar os nossos canais de comunicação com a sociedade e seus diversos segmentos e setores.

Seu recado para a Comunidade AcontecendoAqui.

A ACI tem um papel importante a desempenhar em Santa Catarina, em especial nessas duas vertentes da defesa do Jornalismo e na inovação. Mas a diretoria, obviamente, não poderá fazer isso sozinha. É preciso que os profissionais da Comunicação se juntem a nós, participem e se envolvam com as causas que são de todos nós.

Lúcia Helena Vieira, Diretora de Comunicação Social da Assembleia Legislativa, Segunda Vice-Presidente da Associação Catarinense de Imprensa/ACI.
 

Notícias Relacionadas