Nota de repúdio da Associação Catarinense de Imprensa (ACI)

26 de Novembro de 2018

Não é tolerável, nem admissível que ataques sejam proferidos ao conjunto de uma categoria profissional

A entidade que congrega jornalistas de todo o Estado de Santa Catarina publica hoje em seus canais uma nota de repúdio contra as declarações de uma deputada catarinense disparadas por vídeo no Facebook. Confira a íntegra do comunicado.

 

"A Associação Catarinense de Imprensa (ACI) – Casa do Jornalista vem a público para repudiar o tom jocoso e o desrespeito com que a deputada estadual, eleita pelo PSL, Ana Caroline Campagnolo se referiu, indistintamente, aos jornalistas de Santa Catarina, em transmissão ao vivo pelo Facebook, por cerca de 20 minutos na última sexta-feira (23/11).

Não é tolerável, nem admissível que ataques sejam proferidos ao conjunto de uma categoria profissional de forma indiscriminada e aleatória, sem a apresentação de sequer uma denúncia concreta. É ainda menos tolerável que a agressão parta de uma representante eleita democraticamente por parcela da população.

O compromisso da ACI – Casa do Jornalista é com a comunicação responsável, de qualidade, que preza os valores da ética e busca a verdade, independente de posições idelológicas, com o único objetivo de bem informar os cidadãos. Os eventuais desvios de conduta devem ser tratados especificamente.

Assim, a ACI – Casa do Jornalista solicita que a deputada eleita formalize sua denúncia, caso a tenha, e apresente provas, sob pena de ter que fazê-lo em juízo

 

Florianópolis, 26 de novembro de 2018.

 

ADEMIR ARNON

PRESIDENTE"