Jeff Bezos, fundador da Amazon, viaja ao espaço

21 de Julho de 2021

Será o futuro do turismo espacial?

Na manhã de hoje, 20, o homem mais rico do Mundo e também fundador da Amazon, Jeff Bezos, de 57 anos, decolou rumo ao espaço. A bordo de uma nave construída por sua própria empresa – não a Amazon, mas sim a Blue Origin – eles ficaram entre 10h12 e 10h22 (horário de Brasília) no trajeto rumo a borda do espaço.

Junto dele estava o seu irmão, Mark Bezos, o holandês Oliver Daemen, de 18 anos e a piloto Wally Funk, de 82 anos, que se tornou a pessoa mais velha a ir ao espaço. Vale lembrar que Wally foi recusada de ir ao espaço nos anos 70 por não ter o diploma de engenharia.

Confira o vídeo do momento exato em que a nave decola da cidade de Van Horn, no estado norte-americano do Texas rumo ao espaço.

 

Por que a data 20 de julho?
A data escolhida é simbólica, pois, o marco histórico do homem à lua aconteceu no dia 20 de julho de 1969, com Neil Armstrong, engenheiro aeroespacial, astronauta e professor norte-americano. Ele afirmou que, era “um pequeno passo para o homem, mas um grande salto para a humanidade”.

 

A chegada ao espaço
Quando a cápsula na qual os tripulantes estavam atingiu a gravidade zero, que é basicamente o estado físico alcançado quando a força da gravidade terrestre deixa de atuar, eles se mostraram descontraídos, flutuando na nave e até mesmo brincando de atirar bolinhas uns para os outros.

 

Mas afinal, qual o investimento para fazer essa viagem ao espaço?
Para garantir um lugar ao lado do bilionário Jeff Bezos ao espaço você deveria desembolsar aproximadamente 28 milhões de dólares, o equivalente a 146 milhões de reais.
Vale ressaltar que, um dos objetivos do fundador da Amazon é tornar à ida ao espaço uma atração turística e também agregar valor ao turismo espacial.

"Agradeço a cada funcionário da Amazon, a cada cliente. Vocês pagaram por isto tudo aqui", disse Bezos em uma entrevista após a viagem.

 

Notícias Relacionadas