Grupo de Investigação da RBS completa um ano de atuação

07 de Dezembro de 2017

Produzir ainda mais conteúdos com alto impacto social, político e econômico, que contribuam para a transformação positiva da sociedade. Foi com esse propósito que, em dezembro de 2016, um grupo de jornalistas premiados do Grupo RBS se reuniu para apurar em profundidade fatos que influenciam a vida dos gaúchos. Um ano depois, o Grupo de Investigação (GDI) da RBS soma 31 investigações veiculadas, que motivaram a abertura de 29 apurações por diferentes órgãos oficiais e seis prêmios estaduais e regionais.

Inspirado no modelo consagrado pela equipe Spotlight, do jornal Boston Globe, o GDI conta com 11 integrantes da Zero Hora, RBS TV, Rádio Gaúcha e Diário Gaúcho, cada um com habilidade em diferentes áreas. Compõem a equipe o editor Carlos Etchichury e os repórteres Adriana Irion, Carlos Rollsing, Cid Martins, Fábio Almeida, Giovani Grizotti, Humberto Trezzi, Jeniffer Gularte, Jocimar Farina, Jonas Campos e José Luís Costa.

– O GDI nasceu de uma iniciativa conjunta de jornalismo investigativo, que acreditamos ser um dos pilares fundamentais da nossa atividade. Investimos em criar um grupo de jornalistas experientes que investigam em profundidade denúncias e histórias que chegam à redação. Em um ano de atividade, o GDI impactou a vida de centenas de gaúchos e já fez história – afirma Andiara Petterle, vice-presidente de Produto e Operações do Grupo RBS.

O primeiro ano do GDI foi marcado por reconhecimentos no Estado e no país. A reportagem “Da fraude ao império: a história do homem da faculdade de papel”, de José Luís Costa, venceu a categoria Impresso Regional do Prêmio Estácio de Jornalismo de 2017. Já a reportagem que deu continuidade ao tema, “Conexão Medellín-Facinepe”, foi finalista do prêmio do Instituto Prensa y Sociedad (Ipys), a principal distinção de jornalismo investigativo da América Latina. Em âmbito estadual, a série de reportagens “Fraude nos concursos” foi agraciada nas categorias TV e Impresso do Prêmio Jornalismo do Ministério Público do Rio Grande do Sul e “Perigo no prato”, primeira grande reportagem do GDI, obteve o segundo lugar do prêmio José Lutzenberger de Jornalismo Ambiental. Em 2016, o Grupo de Investigação recebeu o Prêmio Antônio Gonzalez de contribuição especial à comunicação da Associação Rio-Grandense de Imprensa (ARI).

No último ano, o GDI também despertou o interesse de universidades do Rio Grande do Sul e do Paraná, como UniRitter Laureate International Universities, PUCRS, ESPM, UFRGS, Centro Universitário da Serra Gaúcha e Unijuí. A iniciativa foi apresentada, ainda, no 12º Congresso Internacional de Jornalismo Investigativo da Abraji e em evento organizado pela Associação Nacional de Jornais (ANJ).

 

Investigações realizadas pelo GDI:

5/12/2016 – “Perigo no Prato”

9/12/2016 – “Operação PhD”

15/1/2017 – “Golpe milionário em São Francisco de Assis”

17/1/2017 – “Desmanches proibidos”

13/1/2017 – “Neonazismo no Estado”

19/1/2017 – “Irregularidades em contratos da Fasc”

5/2/2017 – “Fraudes na CNH”

12/2/2017 – “Golpe no WhatsApp”

17/2/2017 – “CIA monitora Brasil”

14/3/2017 – “Contrato para apoio político em Triunfo”

29/3/2017 – “Calotes no Badesul”

2/4/2017 – “Facinepe, a faculdade de papel”

3/4/2017 – “BM usa viatura para atividades particulares”

7/4/2017 – “Caça-níquel em Porto Alegre”

9/4/2017 – “RS polo de distribuição de carros roubados”

17/4/2017 – “Diárias para PMs em presídios”

2/5/2017 – “Fraudes em concursos”

8/5/2017 – “Por que Porto Alegre alaga”

15/5/2017 – “Supersalários na CGTEE”

19/5/2017 – “Fernando Collor, o queridinho da América”

30/5/2017 – “Descontrole na Cootravipa”

3/6/2017 – “Conexão Facinepe/Medellín”

30/6/2017 - “Ascensão e queda do M.Grupo”

14/7/2017 - “Conflito de Interesses no transporte público”

25/7/2017 - “Terceirização causa prejuízo ao Daer”

21/8/2017 - “Drogas em escola pública”

1º/9/2017 - “Cartórios sob Investigação”

21/9/2017 - “Buracos nas ruas”

6/10/2017 - “Indústria do Jogo de azar no RS”

9/10/2017 - “Excesso de cargos na Assembleia”

28/11/2017 - “Dois mandatos sob Investigação”