Estado catarinense dá início ao reconhecimento do produto artesanal por meio do Selo Arte

16 de Setembro de 2020

Cerimônia de entrega do primeiro selo aconteceu nesta quarta-feira (16)

Fotos Ricardo Wolffenbuttel/ SECOM

Neste mês de setembro, Santa Catarina dá início a entrega do Selo Arte aos produtores artesanais. Essa é uma conquista que permite aos agricultores catarinenses realizarem a comercialização de itens como queijos, embutidos, pescados e mel em todo território nacional.

O primeiro produto a receber o Selo é o queijo serrano da família Zanelato, no município de Bom Retiro. A cerimônia de reconhecimento aconteceu nesta quarta-feira (16), com a presença do secretário de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural, Ricardo de Gouvêa; e do secretário de Agricultura Familiar e Cooperativismo do Ministério da Agricultura, Fernando Schwanke.

“Somos pequenos, mas trabalhamos com muita qualidade. O Queijo Artesanal Serrano é feito com poucos ingredientes, mas tem muito da história e da tradição dos nossos antepassados. Eles nos deram de presente o bem fazer de um produto que atravessa gerações e é único para a nossa região. Apresentá-lo a mais pessoas e regiões é motivo de orgulho”, comemora o produtor Air Zanelato.

De acordo com o secretário Ricardo de Gouvêa, o Selo serve como incentivo à família a permanecer no campo, produzindo com mais qualidade de vida.

Concessão do Selo Arte

Para receber o Selo Arte, o produto deve ser individualizado, genuíno e manter as características tradicionais, culturais ou regionais. Além disso deverá ser regulamentado e reconhecido como artesanal pelo Estado de Santa Catarina. É importante ressaltar também que o estabelecimento deve estar submetido ao serviço de inspeção oficial (municipal, estadual ou federal).

A Cidasc, por meio do Departamento Estadual de Inspeção de Produtos de Origem Animal (DEINP), será responsável por conceder o Selo Arte aos produtos que atenderem aos requisitos  previstos nas normativas estaduais e federais.

tábua de madeira com uma peça de queijo. ao redos há três utensílios de corte para queijo
Fotos Ricardo Wolffenbuttel/ SECOM

Notícias Relacionadas