Empreendimento com foco na coletividade é inaugurado na Cidade Pedra Branca

18 de Junho de 2020

Momento será marcado por show ao vivo, exclusivo aos clientes, da banda Dazaranha e Camerata

A Cidade Criativa Pedra Branca inaugura na próxima quinta-feira (25) o Pátio Civitas, um bairro-cidade feito para as pessoas. O momento será marcado por um show ao vivo de Dazaranha & Camerata. As apresentações serão exclusivas para os clientes, transmitidas pela internet.

Localizado no Passeio Pedra Branca, o empreendimento foi organizado em duas torres paralelas com 11 pavimentos tipos, térreo e subsolo, conforme projeto arquitetônico desenvolvido pela ARK7 Arquitetos, escritório comandado pelos arquitetos e urbanistas Adriano Kremer, Giovani Bonetti, Leandro Rotolo, Marcos Jobim, Silvana Carlevaro Jobim e Tais Marchetti Bonetti. E tem projeto paisagístico da JA8 Arquitetura e Paisa gem, da arquiteta Juliana Castro e da engenheira Clarice Wolowski.

As torres foram implantadas no terreno de maneira a conformarem um pátio central, importante elemento integrador do projeto. Nele encontram-se espaços livres abertos de lazer, as piscinas adulto e infantil, playground e horta coletiva.

A área comum ainda conta com salão de festas, brinquedoteca, espaço gourmet, bicicletário, além de espaços compartilhados de convivência, lavanderia e oficina. No total, são mais de 18 mil metros quadrados de área construída.

As plantas foram pensadas para proporcionar o aproveitamento funcional e inteligente dos espaços. A organização eficiente e a integração dos ambientes foram priorizadas no projeto dos apartamentos, de dois e três dormitórios, com unidades entre 65 metros quadrados e 140 metros quadrados.

A forte relação com a rua é outro importante diferencial do Pátio Civitas. Com gentileza urbana, o Pátio Civitas dará origem a uma qualificada alameda, com arborização, mobiliário urbano e outros equipamentos públicos disponíveis para moradores e frequentadores do bairro. Essa alameda vai estabelecer a conexão do empreendimento às demais estruturas do entorno.

 

Coletive-se

De caráter inovador, o empreendimento nasce sob o conceito “Coletive-se”, o qual incentiva o uso compartilhado de espaços e, também, de utensílios e equipamentos em benefício do conforto, da praticidade e da eficiência.  Na área de serviços, por exemplo, o morador encontra lavanderia de uso comum, totalmente equipada.

Na oficina, além de bancadas de trabalho, estão disponibilizados, para uso compartilhado, escada, aspirador de pó, caixa de ferramentas, parafusadeira e outros utensílios de uso não frequente.

O bicicletário segue o mesmo conceito. Além de oferecer de diversas vagas para bicicletas, no subsolo das torres e no pátio interno, o Pátio Civitas ainda disponibiliza seis bikes elétricas para uso compartilhado pelos moradores.

 

Surpresa na entrega

A entrega das unidades deverá surpreender os clientes. Isso porque foram feitas melhorias na edificação em relação às especificações iniciais previstas no memorial, como, por exemplo, a inclusão de persianas elétricas e a instalação de fechadura digital na porta de entrada da unidade, com opções de acesso por senha, tag ou biometria.

 

Tecnologia e informação

Outra novidade do Pátio Civitas é a adoção de tecnologias inovadoras para a gestão das informações do empreendimento fornecidas por duas startups de Florianópolis: a Predialize e a Checklist Fácil.

A Predialize é uma plataforma para gestão eficiente do pós-obra, pela qual estarão disponibilizados o Manual do Proprietário e o Manual do Síndico de forma digital e interativa.

Por meio da leitura de um QRcode que estará fixado no quadro elétrico do apartamento, o morador terá acesso à a documentação do imóvel, plantas, especificações dos materiais utilizados, recomendações de uso, tempo de garantia, entre outras informações.

No momento da entrega da unidade, outra inovação: a adoção do Checklist Fácil - plataforma de checklist eletrônico para padronizar e otimizar as informações para a vistoria do imóvel. A plataforma fornece um roteiro de vistoria com o cliente, que permite apontar se algo não está em conformidade, tirar fotos de uma eventual irregularidade e inserir comentários. O cliente assina no próprio tablet e recebe cópia do checklist por e-mail.

 

Desempenho e sustentabilidade

O planejamento do empreendimento seguiu às determinações da NBR 15.575, a chamada Norma de Desempenho de Edificações, para garantia de qualidade e conforto e segurança. “Foram feitos estudos com o objetivo de determinar o desempenho térmico das paredes das fachadas e o desempenho acústico dos sistemas de vedações verticais externas (fachada), internas (paredes internas) e sistemas de pisos (lajes) das unidades habitacionais do empreendimento”, explica Juliana Dal Piva, arquiteta no Grupo Pedra Branca.

Segundo ela, foi feita, também, uma simulação para determinar o desempenho lumínico das unidades habitacionais, quanto ao critério de iluminação natural. Janelas com amplos vãos de abertura privilegiam a incidência de luz natural nos espaços internos.

A edificação apresenta sistema de captação de água da chuva para reuso em irrigação de jardim e nos vasos sanitários e aquecimento de água das unidades por um sistema integrado de aquecedor de passagem individual a gás e placas solares.

O Pátio Civitas é o sétimo empreendimento a ser entregue pela Cidade Pedra Branca na nova centralidade de bairro, planejada a partir dos conceitos do Novo Urbanismo e da sustentabilidade, com o objetivo de criar um bairro-cidade onde é possível morar, trabalhar, estudar e se divertir “ao alcance de uma caminhada”.

O Plano Diretor da Cidade Pedra Branca foi desenvolvido por alguns dos maiores escritórios de arquitetura de Santa Catarina sob a consultoria de especialistas de renome internacional, como Jaime Lerner Arquitetura e Urbanismo, DPZ Latin America e Gehl Architects. De caráter inovador, a iniciativa rendeu premiações e reconhecimento internacional.

Notícias Relacionadas