ELLE Brasil celebra 50 anos de carreira de Bob Wolfenson com capas que trazem Maria Bethânia, Mano Brown e Anitta

14 de Março de 2021

Edição impressa está circulando nesta sexta-feira (12)

“O fotógrafo é um especialista em breves encontros.” A frase, do aclamado nova-iorquino Richard Avedon, que fotografou grandes nomes da moda e da arte do século 20, resume a trajetória de outro monstro sagrado das imagens: o brasileiríssimo Bob Wolfenson. Nascido em São Paulo, onde vive e trabalha desde os dezesseis anos, Bob sempre transitou com fluidez por diversos gêneros da fotografia: de retratos a nus, cruzando a publicidade, a arte, e, claro, a moda – que lhe projetou nacionalmente ainda no século 20 e que o leva a celebrar 50 anos de carreira em 2021. 

Homenageando a obra de Bob e seu legado de cinco décadas, a ELLE, publicada pelo Grupo Papaki, de Alexandre Sallouti e Mario Peixoto, celebra também um ano de retorno ao País. O Volume 03, em acabamento luxuoso de livro, chega nesta sexta-feira, dia 12, às principais bancas e livrarias, bem como às plataformas digitais da ELLE. Nas cinco capas comemorativas, uma para cada década de carreira de Bob Wolfenson, grandes personalidades brasileiras das artes e da moda: Anitta, Carol Trentini, Mano Brown, Maria Bethânia e Taís Araújo. Todos, apoteoticamente, clicados pelo homenageado. 

A edição histórica traz no recheio um megaensaio de mais de 70 páginas do aclamado fotógrafo com outros nomes consagrados: Luiza Brunet, posando nua, Jesuíta Barbosa (idem), Jojo Todynho, Debora Bloch, Zé Celso Martinez Corrêa, Laura Neiva e Chay Suede, além de uma série de convidados mais que especiais. A nova edição de ELLE Brasil também conta com entrevistas exclusivas que prometem causar: Anitta falando sobre abuso sexual, cirurgias plásticas, polêmicas e cultura do cancelamento; Mano Brown revisitando o passado e escancarando a sua visão política do presente; Maria Bethânia revelando detalhes do novo álbum de inéditas, sua relação com a moda, medos, fé e a conexão com Caetano Veloso; os artistas plásticos Vik Muniz e Maxwell Alexandre papeando sobre origens, religião e arte; e Bob Wolfenson expondo curiosidades sobre seus 50 anos de carreira ao amigo de adolescência Serginho Groisman.  

Notícias Relacionadas