Coronavírus SC: Governador planeja retomada gradativa da atividade econômica e projeta 713 novos leitos de UTI

25 de Março de 2020

O objetivo é adequar as medidas de isolamento à necessidade dos catarinenses com segurança

Foto: Julio Cavalheiro / Secom

 

O governador Carlos Moisés informou que o Governo de Santa Catarina já tem um planejamento para a retomada da atividade econômica. As ações serão gradativas, conforme ocorra uma evolução controlada do número de casos de coronavírus no estado. O objetivo é adequar as medidas de isolamento à necessidade dos catarinenses com segurança. Ao mesmo tempo, o Estado pretende ampliar em 713 os leitos de UTI nos hospitais em um período de 30 dias, que se somarão aos 801 que já existem.

Ele destacou que toda medida envolvendo o isolamento social será tomada com cautela, sempre levando em conta a evolução do número de casos confirmados, a demanda sobre o sistema público de saúde e os impactos na economia. Para isso, manterá diálogo com o setor produtivo. O governador antecipou ainda que as obras públicas devem ser retomadas nesta quarta-feira, (25).

 

 

"Conviver com o vírus é uma árdua tarefa que vamos ter que enfrentar, sempre monitorando nossa curva de casos suspeitos e confirmados e modulando as nossas ações. Esse problema de saúde pública não é simples e não pode ser subestimado. Estamos trabalhando de forma muito responsável, com base nas experiências dos outros países que já sofreram com esse desastre, e precisamos do apoio de toda a sociedade", reiterou Carlos Moisés.  

Em outra frente de trabalho, o Governo de Santa Catarina está ampliando a capacidade do sistema público de saúde para receber os pacientes que necessitem de terapia intensiva. Um total de 713 novos leitos será aberto. 

Notícias Relacionadas