Cidades Invisíveis inaugura sua primeira sede na Capital catarinense

22 de Outubro de 2020

'Social Basement' abriga escritório e loja do projeto que há 8 anos ajuda comunidades de risco

O Cidades Invisíveis, marca social de Florianópolis que através da venda de seus produtos, promove ações de impacto para comunidades de risco, acaba de inaugurar o Social Basement.

Localizado no porão do complexo Oswaldo Cabral, patrimônio histórico e cultural de Florianópolis, a primeira sede irá reunir no mesmo espaço a inovação social, o escritório e a loja do projeto. O espaço funcionará de segunda a sexta-feira das 9h às 19h, e aos sábados das 14h às 18h.

"Aqui iremos desenvolver todas as ideias das nossas ações e promover cursos e capacitações para lideranças comunitárias. Esse é um espaço plural, democrático e inclusivo. Em 2012, demos nosso primeiro passo. Eram, literalmente, apenas dois braços e duas pernas. Hoje somos centenas de corações pulsando com o mesmo propósito: realizar juntos a verdadeira transformação social”, destaca o fundador do Cidades Invisíveis, Samuel Schmidt.

Iniciado em 2012, o projeto já chegou a várias Regiões do Brasil e do mundo. São cerca de 25 mil pessoas atendidas, mais de 500 voluntários ativos, mais de 10 coleções lançadas e ultrapassando 15 mil produtos vendidos.

 

Clique na galeria para ampliar as imagens:

Notícias Relacionadas