Artista catarinense expõe obra em mostra híbrida internacional

04 de Maio de 2021

Exposição retrata recortes mundiais do isolamento social

Karine Padilha, autora do autoretrato "Desaparecendo" (Divulgação)

 

A partir de uma parceria, a galeria brasileira "Mostra Museu: Arte na Quarentena" e a espanhola "The Covid Art Museum" criaram uma exposição híbrida que reúne arte, música e tecnologia para aproximar público, obras e artistas no digital, além de uma exposição a céu aberto em São Paulo, mostrando recortes mundiais artísticos do período de isolamento.

Entre as 200 obras escolhidas de 40 países, está o trabalho da catarinense Karine Padilha. O autorretrato "Desaparecendo", foi produzido em casa pela artista para transmitir suas emoções vivenciadas durante o período de isolamento social.

“Quando criei esta obra, estava experienciando uma sensação de bloqueio criativo e de apagamento, reflexo do que estamos vivendo socialmente bloqueados, impedidos, de certa forma apagados do mundo. Através da arte, pude elaborar essas e outras sensações", conta a artista, natural de Xanxerê e moradora de Florianópolis, que também é escritora.

 

Assista ao vídeo que explica a obra:

O projeto conta com produções artísticas de países como Alemanha, Brasil, Cuba, Emirados Árabes, Filipinas, Itália, Índia, Líbano, Paquistão e Ucrânia, e participações de músicos brasileiros já consagrados, como Milton Nascimento, Criolo, Gal Costa e Pitty, além de diversos outros novos talentos que surgiram durante a pandemia.
 
"Desaparecendo" e todas as obras da Mostra que compõem a exposição híbrida em ambientes físicos de São Paulo e na galeria virtual podem ser conferidas no site.

Notícias Relacionadas