Artigo: "Rádio: 93 anos a serviço da sociedade brasileira"

25 de Setembro de 2015

por Marise Westphal Hartke*

Neste dia 25 de setembro, o rádio completa 93 anos de atuação no Brasil e essa data se dá em comemoração ao nascimento do precursor do rádio nacional, Edgar Roquete Pinto, o ‘’pai do rádio’’ como é chamado. 
Equivocou-se quem pensava que o rádio teria um fim.  Ele segue firme entre tantos novos meios de comunicação no atual momento que vivemos, e é ouvido por 89% da população brasileira, segundo pesquisa do Ibope Media.
Entre as diversas razões para se escutar rádio, 41% das pessoas ouvem para se entreter, 49% querem ficar bem informadas e 39% escutam para se distrair das tarefas habituais. E diferente dos outros veículos, o rádio pode ser acessado de diversos lugares, sendo que os mais comuns são em casa, no trabalho, no carro e no transporte público. 

Dentre as vantagens do rádio, podemos considerar um ponto forte a rapidez para se colocar um anúncio no ar e uma variedade de segmentos na programação, itens muito importantes para os anunciantes que precisam disseminar sua mensagem para um determinado público. O rádio também o único meio de comunicação e entretenimento que permite ao ouvinte fazer outras atividades simultaneamente.

O novo rádio

Ao longo desses anos houve muitas mudanças no rádio, e até hoje, elas não param de acontecer. O cenário tecnológico que estamos inseridos requer uma evolução constante, e o rádio não está ficando para trás.  No Brasil, lutamos por uma ampliação na faixa FM (que já é realidade nos EUA), para que possamos ter uma sobrevida nos canais AM e o dobro de emissoras FM. Atualmente existem 1.781 emissoras AM em todo Brasil, destas, 1.378 requereram a migração para o FM. Em Santa Catarina das 108 rádios AM existentes, 100 pretendem migrar.

Para sobreviver é necessário se reinventar. O rádio também está na internet. Utilizar a tecnologia que está disponível só traz benefícios, e a internet acrescenta muito para a radiodifusão. A interatividade e o bom relacionamento que o rádio tem com os ouvintes podem ser vista também na web .

O SERT/SC - Sindicato das Empresas de Rádio e Televisão do Estado de Santa Catarina é a entidade sindical que há 35 anos representa a categoria econômica dos radiodifusores catarinenses na esfera judicial e extrajudicial, e atualmente conta com 209 emissoras no quadro de afiliadas. 

Feliz Dia do Rádio a todos os radiodifusores e radialistas que fazem o rádio melhor a cada dia. 

 

* Marise Westphal Hartke é presidente do SERT/SC