Aliança Francesa abre inscrições para Prêmio AF de Arte Contemporânea 2019

04 de Junho de 2019

Artistas podem se inscrever para a sexta edição do prêmio entre 3 de junho e 31 de julho

Além de exposição e bolsas de estudos, vencedor fará uma residência artística durante três meses na Cité Internationale des Arts, em Paris

O Prêmio AF de Arte Contemporânea 2019, um dos principais do calendário de artes de Santa Catarina, está com inscrições abertas do dia 3 de junho até 31 de julho. Na sexta edição, a premiação irá reconhecer a trajetória de artistas do Estado com produção contemporânea. Os três finalistas ganharão bolsas de estudos de francês e exibirão seus trabalhos em exposição coletiva na Fundação Cultural Badesc, em Florianópolis, agendada para outubro. O vencedor fará uma residência artística durante três meses na renomada Cité Internationale des Arts, em Paris.

Podem se inscrever artistas de todas as idades e que morem em Santa Catarina pelo formulário on-line disponível neste link.

A avaliação será a partir do portfólio apresentado, que pode variar de 10 a 30 obras produzidas em qualquer técnica, de desenho a impressão, instalação a performance etc. Além da seleção de obras, os candidatos deverão submeter biografia e nota sobre o processo criativo. O regulamento completo está no site.

"É o caminho do artista que queremos valorizar, e não apenas uma lista de 10 ou 15 obras", afirma Solène Leblanc-Maridor, diretora da Aliança Francesa de Florianópolis.

Parceria com a Fundação Cultural Badesc

Uma das novidades da sexta edição da premiação é a parceria com a Fundação Badesc, instituição cultural importante no Estado e que irá sediar a exposição coletiva dos três finalistas entre 10 outubro e 15 de novembro de 2019.

"A Fundação é referência na difusão da arte contemporânea no Estado e a parceria mostra o reconhecimento do Prêmio AF no domínio dessa linguagem", ressalta Solène Leblanc-Maridor.

O diretor da Fundação, Eneléo Alcides, também celebra a parceria:

"O Prêmio AF de Arte Contemporânea, além de movimentar o circuito das artes visuais, tem projetado nomes já conhecidos da cena local e também lançado artistas jovens. Pela importância do projeto, a Fundação Badesc é parceria este ano na organização de uma grande exposição", diz Alcides.

Diferente do ano passado, quando cada artista exibiu seus trabalhos em diferentes momentos, este ano a premiação irá realizar uma mostra coletiva com os três finalistas e que inclusive valoriza os vários espaços expositivos da FCBadesc.

"Cada artista tem um universo a apresentar. A mostra será um momento coletivo de compartilhar a produção de cada um, oportunidade de encontro e troca de ideias", conclui a diretora da Aliança Francesa.

Notícias Relacionadas