ABRP lança nova marca

17 de Junho de 2019

A nova identidade traz a simbologia e as cores que representam a profissão, combinando-os de forma criativa, moderna e simpática

A Associação Brasileira de Relações Públicas, entidade mais antiga de RP no País, apresentou no final de semana dos dias 7 e 8 de junho, a sua nova identidade visual, durante o CongregaRP, em Porto Alegre/RS. Com a nova gestão da diretoria nacional a partir do ano passado, muitos projetos de atualização da entidade foram colocados em pauta para otimizar as atividades da associação, bem como expandir e unificar as regionais. E a atualização da marca era um deles.

Criada pelo relações-públicas e publicitário Luiz Eduardo Meneghetti, atual diretor de RP da seccional RS/SC,  a nova identidade traz a simbologia e as cores que representam a profissão, combinando-os de forma criativa, moderna e simpática. "As cores que representam a profissão vem em dois tons de azul, que representam a estabilidade, confiança e sabedoria necessárias aos RPs, equilibrando-se de forma suave por meio de uma composição harmônica. O simpático golfinho,  símbolo da profissão, vem para explicitar as características que este animal tem em semelhança com os RP's, representando a inteligência e habilidade do profissional em destacar-se no meio - e, assim como o animal que lhe simboliza, estar sempre atentos às mudanças e monitoramento do ambiente ao seu redor", explica.

A entidade, fundada em 21 de julho de 1954, tem como objetivo reunir as pessoas com a finalidade essencial de propugnar a melhor e mais ampla compreensão e valorização em todo o País das ideias, objetivos e práticas que constituem os serviços ou atividades de Relações Públicas. Entre as propostas de melhoria da nova gestão, que tem a relações-públicas Juliana Müller como presidente, também estão a atualização do estatuto, o fortalecimento das regionais, a valorização dos cursos de RP no país, a aproximação com o Conselho Federal e suas regionais, entre outras atividades. Atualmente, a ABRP tem ativas as seccionais de São Paulo, Distrito Federal, RS/SC, Maranhão, Alagoas e Minas Gerais. Destas, a do Sul está em pleno desenvolvimento e as demais estão recebendo o suporte da nacional para manter a presença em cada região.